NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Sábado, 08 de Agosto de 2020
ECONOMIA
Quinta-feira, 09 de Julho de 2020, 00h:00

CONAB E OCB

Pequeno agricultor deve ser beneficiado pelo acordo de cooperação

Da Reportagem

As organizações de pequenos agricultores familiares e extrativistas de produtos da biodiversidade vão ganhar um novo incentivo para fortalecer os seus negócios no cultivo agrícola ou de coleta de frutos silvestres. Um acordo de cooperação técnica assinado entre a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e a Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) neste mês vai proporcionar, entre outros objetivos, a melhoria da gestão dessas instituições, especialmente nas regiões Norte e Nordeste, que são atendidas pelo Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), pela Política de Garantia de Preços Mínimos para a Biodiversidade (PGPM-Bio) e também pelo Programa de Vendas em Balcão (ProVB).

Além de promover o intercâmbio de informações e promover a capacitação dos agricultores e extrativistas, a medida tem em vista fazer com que esses segmentos tenham maior facilidade no acesso aos mercados para a venda de seus produtos.

Para a superintendente de Suporte à Agricultura Familiar da Conab, Kelma Christina dos Santos Cruz, o acordo visa sobretudo promover o desenvolvimento econômico e social dos agricultores familiares, com treinamentos de cooperativas e associações de agricultores familiares, público dos programas e ações executados pela Conab. “A ideia é melhorar os processos de governança e gestão dessas organizações, possibilitando melhor acesso aos mercados privado em nível nacional e internacional e do setor público”, ressalta.

No acordo estão previstas iniciativas como o intercâmbio de experiências, especialização técnica de recursos humanos, encontros de negócios e oportunidades, além de ações conjuntas para o desenvolvimento institucional e de gestão pública, com atividades complementares de interesse comum, sem previsão de repasses financeiros. As cláusulas já estão em vigor e seguem até 31 de dezembro de 2022, com possibilidade de renovação.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Como você vê as acusações entre Mauro Mendes e Emanuel Pinheiro sobre o caos na pandemia?
O governador é o culpado
O prefeito da Capital também tem culpa
Essa briga prejudica as ações de combate à Covid-19
É uma disputa político-eleitoral
PARCIAL