NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Sexta-feira, 10 de Julho de 2020
ECONOMIA
Sábado, 27 de Junho de 2020, 15h:03

CONTAS DO LEÃO

IR: 20% do total esperado em MT ainda não foram declarados

Prazo final para entrega é dia 30 deste mês. Receita afirma que não haverá nova prorrogação

MARIANNA PERES
Da Reportagem
Agência Brasil
Pelo menos, 112 mil documentos ainda não foram entregues à Receita em Mato Grosso

O prazo final para entrega do Imposto de Renda Pessoa Física (IR 2020) está chegando ao fim, no próximo dia 30, e mesmo com a proximidade da data limite e a da prorrogação concedida pelo Governo Federal, cerca de 20% das 560 mil declarações esperadas para serem entregues em Mato Grosso ainda não foram registradas pela Receita Federal.

Esse percentual equivale a cerca de 112 mil documentos que devem ser enviados nesses quatro dias.

O período de declaração do IR 2020 – ano-base 2019 – teve início em 2 de março e expiraria em 30 de abril, mas, devido à pandemia do novo coronavírus, teve seu prazo alongado até o final deste mês. A Receita Federal observa que não haverá nova prorrogação.

Em entrevista na sexta-feira (26), o auditor fiscal da Delegacia da Receita Federal em Cuiabá, Renato Moreira Pinheiro, reforçou que a declaração é obrigatória pra quem teve rendimentos tributáveis, no ano passado, acima de R$ 28,5 mil.

“O ideal é não deixar para a última. Quem tiver problemas em documentação, envie a declaração incompleta, para não perder o prazo e faça a retificação do documento posteriormente”, disse.

Historicamente, esses dias finais são de congestionamento no site da Receita Federal.

Em Cuiabá, dos 136 mil contribuintes esperados para prestarem contas com o ‘Leão’ neste ano, apenas 118 mil declaram rendimentos do Fisco federal, restando cerca de 27 mil contribuintes que ainda não enviaram seus rendimentos e documentos comprobatórios e eles têm até às 23h59 do dia 30 de junho.

Nesse ano, o prazo recebeu ‘alargamento’ de dois meses, já que em razão do novo coronavírus, muitos bancos e instituições financeiras fecharam, impossibilitando a retirada de documentos obrigatórios para prestação de contas.

PENALIDADES - O contribuinte que não entregar o Imposto de Renda na data estipulada pode ter que pagar multa, que tem valor inicial em R$ 165,74 e pode chegar a até 20% do valor do imposto devido.

Além disso, é possível que o CPF seja suspenso, o que acarretaria numa série de problemas, desde a impossibilidade de abrir contas e pedir empréstimos até a impossibilidade de emitir passaporte e até mesmo ficar sem receber a aposentadoria. As penalidades mais severas podem chegar a uma investigação de crime de sonegação fiscal.

É obrigado a declarar quem recebeu rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70, recebeu rendimentos isentos acima de R$ 40.000, teve, em qualquer mês do ano passado, ganho de capital na venda de bens ou realizou operações na Bolsa de Valores, optou pela isenção de IR na venda de um imóvel residencial para comprar outro, se as duas transações ocorreram dentro de, no máximo, 180 dias, até o último dia do ano a ser declarado, tinha posses somando mais de R$ 300 mil, alcançou receita bruta acima de R$ 142.798,50 em atividades rurais, passou a morar no Brasil em qualquer mês do ano passado.

MUTIRÃO ONLINE - Mantendo a tradição, e pela primeira vez no formato online, a Faculdade de Tecnologia Termomecanica (FTT) promove um mutirão de atendimento para auxiliar o público, em relação à declaração do Imposto de Renda (IR) junto à Receita Federal e outras questões relacionadas ao tema.

E para garantir o atendimento neste momento de isolamento social, a FTT disponibilizará materiais no site (dicas, manuais, vídeos), além de atendimento individual online e gratuito, para auxiliar a população e receberá dúvidas por e-mail até este domingo (28) .

 Qualquer pessoa física que tenha dúvidas em relação à declaração de imposto de renda pode enviar seus questionamentos para o email: duvidasimpostoderenda@cefsa.edu.br. A vagas são limitadas.

Segundo o último levantamento da Receita Federal, divulgado em 28 de maio, metade dos contribuintes ainda não havia enviado os dados relativos aos ganhos de 2019 e em função do cenário da Covid-19, o prazo para o envio da declaração de IR foi prorrogado para o fim do mês de junho.

Realizado desde 2017, o 'Em paz com o leão' da FTT tem por objetivo oferecer um serviço de utilidade pública à comunidade e oferecer ao aluno a oportunidade de ampliar sua formação prática e exercitar a cidadania. Trata-se de um projeto de extensão universitária, no qual os alunos da FTT, supervisionados por professores de Finanças, Contabilidade, Legislação e Planejamento Tributário do curso de Administração, prestam auxílio gratuito à comunidade, explica a diretora acadêmica, Luciana Guimarães Borges.

"É um exercício de cidadania manter sua situação cadastral e fiscal regularizada junto à Receita Federal, pois isto auxilia na abertura e movimentação de contas bancárias, emissão de passaporte, obtenção de empréstimos ou financiamentos para aquisição de bens móveis e imóveis, dentre outros benefícios. Para a Instituição, viabilizar esta atividade de forma online, mediante o cenário atual, contribui para o entendimento dos nossos alunos de suas responsabilidades como cidadãos em qualquer situação", explica a diretora.

"O programa de declarações de IR sofreu atualizações importantes este ano, desta forma, o 'Em Paz com o Leão' da FTT pode ser entendido como uma oportunidade de obter informações interessantes, tirar dúvidas gerais e específicas, inclusive para aquelas pessoas que tem receio de buscar auxílio sobre esse assunto", finaliza a diretora.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
O que você achou da decisão da Justiça de decretar lockdown em Cuiabá e VG?
Acertada
Demorou
Antes tarde...
Tanto faz
PARCIAL