NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Segunda-feira, 13 de Julho de 2020
ECONOMIA
Sexta-feira, 11 de Maio de 2018, 19h:28

RALLY DA SAFRA

Expedição retorna focada no milho

O Rally da Safra 2018, maior levantamento da safra de grãos do País, voltará a campo na segunda-feira, dia 14 de maio, para avaliar as condições das lavouras de milho da segunda safra, começando por Mato Grosso, maior produtor nacional do cereal. A Equipe 10 será a primeira a avaliar as condições das lavouras de milho safrinha, iniciando os trabalhos na região médio norte de Mato Grosso, em Sinop, e seguirá para Sorriso e Lucas do Rio Verde, na região da BR-163, finalizando a etapa na capital do Estado. Segundo a Agroconsult, as lavouras dessa porção mato-grossense estão em excelentes condições e apenas no sudoeste do Estado o clima tem sido irregular. A estimativa preliminar do Rally da Safra para Mato é de uma produção de 26,9 milhões de toneladas, com queda de 9% em relação à safra passada. A área plantada é estimada em 4,6 milhões de hectares, com crescimento de 2% sobre a safra 2016/17. Em Sorriso, será realizado na terça-feira, dia 15, um evento técnico regional voltado a produtores e profissionais do setor. No encontro, com apoio da Coacen (Cooperativa Agropecuária e industrial Celeiro do Norte), será traçado o cenário dos mercados de soja a partir dos resultados colhidos em campo pelos técnicos do Rally e as perspectivas de milho safrinha. O trabalho da expedição entre os meses de janeiro e março permitiu confirmar novo recorde de soja, tanto de produtividade como de produção. “Será um momento de debate, construção de conhecimento e de retribuirmos aos produtores toda a informação coletada em campo, além de uma oportunidade de reuni-los para troca de informações e interação com os técnicos das empresas patrocinadoras”, afirma André Debastiani, sócio-analista da Agroconsult e coordenador da Equipe 10 da expedição. As equipes retornam ao campo, depois de acompanhar o plantio, sob um cenário de produção de 60,2 milhões de toneladas, volume 12% inferior ao período 2016/17, e área plantada de 11,9 milhões de hectares (1% menor que a safra passada) no país, três equipes técnicas estarão em campo até 8 de junho em Mato Grosso, Goiás, Mato Grosso do Sul e Paraná, principais estados produtores que representam, juntos, 83% da área plantada de safrinha no Brasil. A Agroconsult, organizadora da expedição, aponta que regiões do Paraná, sul do Mato Grosso do Sul, São Paulo, noroeste de Minas Gerais e leste de Goiás registraram período de 20 dias de seca em abril último, comprometendo o potencial de produtividade. Se a estiagem permanecer, a safra poderá ser ainda menor. (MP)

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
O que você acha da decisão da CPI do Paletó de pedir o afastamento do prefeito?
Ele tem que ser afastado
Ele tem que ser cassado
Ele é inocente
Tanto faz
PARCIAL