Sábado, 23 de março de 2019 Edição nº 10194 31/01/2002  










CONSELHEIROSAnterior | Índice | Próxima

Nova diretoria do Tribunal de Contas será empossada hoje

Da Redação

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) vai passar, a partir de hoje, a ser comandado por dois várzea-grandenses, Gonçalo Pedroso Branco de Barros, que assume a presidência em substituição ao conselheiro Ubiratan Spinelli, e Ary Leite de Campos, vice-presidente, além do goiano Antonio Joaquim Moraes Rodrigues Neto, corregedor-geral.

Depois de nove anos como conselheiro do TCE, do qual já foi corregedor-geral em dois exercícios (1996/98 – 2000/01), Branco de Barros chega a presidência da Corte de contas como o último conselheiro da “velha guarda” a assumir o cargo e terá direito a exercê-lo por dois anos.

A posse da nova diretoria do TCE começa com uma Missa em Ação de Graças, que será realizada na Catedral Metropolitana de Cuiabá, a partir das 9h30, e que terá a presença do Coral do Tribunal. A tarde a cerimônia acontece no Centro de Eventos Pantanal, onde o novo presidente concede entrevista coletiva às 16h30. A transmissão de cargo está prevista para às 18h, no mesmo local.

O novo presidente não quis revelar detalhes da sua proposta de trabalho para o Tribunal de Contas nos próximos dois anos, preferindo deixar tudo para a coletiva, mas adiantou que pretende dar continuidade em alguns projetos que já vêm sendo executados no TCE e investir ainda mais na modernização da estrutura administrativa, na informatização do Tribunal e na melhoria do material humano da Casa, através de cursos de reciclagem, simpósios, debates, e núcleos de estudos técnicos e de capacitação.

BRANCO DE BARROS – Natural de Várzea Grande, formou-se em Direito na UFMT e atuou na área jurídica até entrar para a vida pública, em 1977, quando se elegeu prefeito da sua cidade natal. Depois, foi deputado estadual por dois mandatos (1986/1990), tendo participado da elaboração da nova Constituição do Estado de Mato Grosso, promulgada em 1989 e presidido as Comissões de Constituição e Justiça e de Redação Final da Assembléia, além de ter sido vice-líder do Governo Jaime Campos. Foi empossado no TCE no dia oito de junho de 1992.

ARY LEITE DE CAMPOS – Natural de Várzea Grande, começou sua vida pública em 1969, quando se elegeu prefeito. Elegeu-se deputado estadual por três mandatos (1974/78/82) e foi vice-presidente e depois presidente da Comissão de Finanças e Orçamento, segundo-secretário da Mesa Diretora, e membro da Comissão Especial de Revisão Territorial. Tomou posse no TCE em maio de 1986 e de lá para cá já foi corregedor-geral, vice-presidente e presidente do Tribunal, este último, por duas vezes.

ANTONIO JOAQUIM – Natural de Goiânia-GO, formado em Administração pela UFMT, foi eleito deputado estadual em 1986 e reeleito em 1990, também foi constituinte e integrou as Comissões de Educação e Saúde e Assistência Social. Em 1994 foi eleito deputado federal e um ano depois foi nomeado secretário de Infra-Estrutura. Foi reeleito em 1998, mas não ficou nem um mês no cargo, sendo nomeado secretário de Educação, onde ficou até março do ano 2000, quando foi indicado pelo governador Dante de Oliveira para o cargo de conselheiro do Tribunal de Contas, tendo sido empossado no dia sete de abril daquele ano. (LS)



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




17:52 Múltiplas tragédias, uma causa!
17:42 Deputado de MT cobra urgência na análise do FEX
17:41 Wilson Santos e Ricardo Saad disputam comando do PSDB
17:41 Botelho acredita que pedido de empréstimo do governo passará na AL
17:41 Mauro acerta com bancada federal destino de recursos


17:13 Cuiabá rumo aos 300 anos
17:12 Não se pode negar a diferença
17:12 Twitter e imprensa
17:11 Temer na cadeia
17:09
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018