Quarta feira, 20 de agosto de 2014










25/01/2002 18:48Anterior | Índice | Próxima

Prefeitura se antecipa ao Estado e amplia cadeia pública em Sinop

Da Reportagem

A cadeia pública de Sinop poderá ser ampliada, ganhando a partir dos próximos dias três novas celas para acomodar os presos que cumprem pena ou aguardam julgamento no município. Como o governo até agora, embora tenha prometido, não construiu um presídio na cidade, o poder público municipal está se antecipando e, para evitar um problema ainda maior, como é o caso de fugas, elaborou um projeto de engenharia para que sejam construídas celas em um terreno que faz parte da cadeia.

O engenheiro Jeremias Pedroso de Almeida, responsável pelo projeto, disse que o objetivo da ampliação é desafogar, até que seja construído um presídio, a cadeia pública de Sinop que hoje acomoda 106 presos, quando na verdade a sua capacidade máxima é para 48 detentos.

As salas serão construídas em um espaço de 112 m², sendo cada uma 4 x 6,7 m². O projeto foi elaborado esta semana e apresentado à secretaria de segurança pública do estado.

Apesar de dispor do projeto de ampliação, a prefeitura não tem recursos para executar a obra que é de responsabilidade do governo estadual.

De acordo com Jeremias Pedroso, o departamento municipal de engenharia está aguardando recursos do governo para que a obra seja realizada o mais rápido possível, já que a superlotação da cadeia, conforme asseguram as autoridades policiais do município, representa um perigo para a população que vive com medo de novas fugas.

No último domingo, dia 20, nove presos fugiram da cadeia pública de Sinop, sendo que até agora apenas três foram recapturado pela polícia. Junto com as novas celas, o projeto prevê a construção de três guaritas para que os policiais vigiem os presos e evitem fugas ou rebeliões. Para que a obra de ampliação da cadeia pública de Sinop seja realizada, o governo do estado terá que disponibilizar recursos na ordem de aproximadamente R$ 150.000,00.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto

22:02 Direto de Brasilia
21:22 Segurança consegue evitar morte
21:22 “Serviços Essenciais” lideram
21:22 Protesto marca início de luta salarial
21:21 Mulher dá à luz dentro do carro


21:21 MPE fiscaliza abate clandestino
21:20 Leverger e Livramento interligadas
21:20 Participação de menores preocupa MPT
21:19 Sejudh vai reinserir 23 reeducandos na sociedade
21:19 Polícia Civil indicia quatro golpistas
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2012