Quarta feira, 14 de novembro de 2018 Edição nº 10090 09/10/2001  










LUZ,CÂMERA,AÇÃOAnterior | Índice | Próxima

“Domésticas” leva prêmio de melhor filme

O longa de Fernando Meirelles e Nando Olival também conquistou os prêmios de melhor roteiro e melhor atriz revelação. Mas o grande vencedor do 9º Festival foi mesmo o cinema mato-grossense que obteve três premiações


Os vencedores do 9º Festival de Cinema e Vídeo de Cuiabá comemoram a premiação. As produções mato-grossenses conquistaram três prêmios
PAOLA CARLINI
Da Reportagem

E o grande vencedor da nona edição do Festival de Cinema e Vídeo de Cuiabá é o cinema mato-grossense, que deixou sua marca no teatro da UFMT, com três premiações: duas em vídeo e uma em curta-metragem. Quanto aos longas o filme “Domésticas”, de Fernando Meirelles e Nando Olival pode comemorar a vitória, levou três estatuetas de Cuiabá. Na última noite do evento mais de 600 pessoas compareceram ao encerramento e entrega de prêmios.

A família Pitanga, o pai Antônio e a filha Camila realizaram a cerimônia de entrega do troféu Coxiponês aos 16 vencedores do 9º Festival, divididos nas três categorias vídeo, curta-metragem e longa-metragem.

A mistura de tragédia social do submundo humano que as nossas cozinha e área de serviço guardam, apimentada com a ironia e humor fez do longa “Domésticas”, de Fernando Meirelles e Nando Olival o grande vencedor da noite. Na categoria eles ganharam: melhor filme, melhor roteiro e melhor atriz revelação com Graziella Moretto.

A premiação ainda foi dividida entre “Latitude Zero” com melhor direção Toni Venturi e melhor direção de arte e cenografia de Andréa Veloso e Hélcio Pugliese e “Casamento de Louise” com júri popular e melhor atriz com Dira Paes.

O mais festejado sem dúvida foi o segmento videomaker do estado, entre os quatro premiados dois são de produtores de Cuiabá. São eles “A Paz Interior”, de Júlio Rodrigues e “Carlos Reinners” de Amauri Tangará que recebeu prêmio especial do júri popular.

Segundo a organização da mostra competitiva, foi oferecido apenas um prêmio material para o melhor curta indicado por júri oficial. Portanto Bruno Bini, que ganhou com “Baseado em fatos reais”, tem até um ano para retirar a premiação que ganhou da Fuji Film: 15 latas de negativo F-500 35 milímetros, o Laboratório de Cinema concedeu ainda revelação de 15 latas de negativo, lavagem em máquina de ultra som e preparação para telecine.

Em um evento paralelo ao 9º Festival a direção organizou quatro oficinas integradas: roteiro, montagem e formatação de projetos, assistente de direção e direção. Ao se inscrever nas oficinas os 11 participantes apresentaram um argumento de curta e durante as oficinas desenvolveram o trabalho. Ao longo do festival o júri oficial aprovou o trabalho “O Presente” de Lenissa Lenza. Com a premiação o vencedor poderá filmar um curta-metragem. A vencedora tem até um ano para retirar o prêmio oferecido pela Fuji Film e Laboratório de Cinema.

ORÇAMENTO - A 9ª edição do Festival de Cinema e Vídeo de Cuiabá custou R$ 300 mil, captados por meio da Lei de Incentivo à Cultura Hermes de Abreu. A informação é da principal captadora do evento, Cibele Bussiki.

Segundo ela, este orçamento ficou nos mesmos patamares da edição do ano passado, do 8º Festival. Porém, para o ano que vem os planos dos organizadores são mais ousados. A partir de janeiro de 2002 deve ter início uma série de eventos – em especial palestras e oficinas - , que culminarão com o 10º Festival, em outubro.

Parte desta programação deve ser bancada com R$ 221 mil da Lei Federal Rouanet. A Lei disponibilizou recursos para a nona edição somente na última sexta-feira, o que impossibilitou a aplicação imediata da verba, que, desta forma, será remanejada para o próximo evento.

De acordo com informações da captadora do festival, Cibele Bussiki, o 10º Festival pode contar com recursos do Fundo Nacional de Cultura, através de uma emenda proposta pelo deputado federal Lino Rossi (PSDB-MT).(Colaborou Joanice Pierini Loureiro)



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




18:02 Produtores não descartam protestos na Capital
18:01 Servidores públicos vão voltar a trabalhar 8 horas por dia
18:01 Sem RGA, servidores vão paralisar as atividades por 24 horas
18:01 Ex-secretário de Administração Geraldo de Vitto é condenado
18:01 Mauro Mendes pede corte aos Poderes


17:46 Nossa! Minha cidade sumiu
17:45 Neri Geller é`Preso por fraude no Ministério da Agricultura
17:45 BOA DISSONANTE
17:44 O recado foi dado
17:43
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018