Quinta feira, 21 de março de 2019 Edição nº 10026 03/08/2001  










CAMPEONATO BRASILEIROAnterior | Índice | Próxima

Marcelinho terá de pedir desculpas

Esta é a condição que os jogadores do Corinthians impuseram ao meia para que possa voltar ao time

MARÍLIA RUIZ
Da Agência Folha – São Paulo

Desconfiados de que o desfecho do caso Marcelinho seja o mesmo do passado - o perdão -, os jogadores do Corinthians já anunciaram a sua condição. Para ser aceito novamente, o meia terá que pedir desculpa. O porta-voz do grupo foi o zagueiro Scheidt, capitão do time no segundo semestre.

“Ele [Marcelinho] está afastado, como muitas vezes já esteve. Seria interessante se ele viesse pedir perdão. Ele sabe que todos [os jogadores] estão magoados", disse Scheidt, referindo-se à denúncia de um diretor da TV Bandeirantes - Aquiles Franzoti -, a quem Marcelinho teria relatado uma agressão a Ricardinho em Extrema (MG), onde o clube treinou para o segundo semestre.

Scheidt, entretanto, deixou claro que o afastamento de Marcelinho não abala o elenco. Também não preocupa. Para o zagueiro, a iniciativa de pedir desculpa seria uma alternativa para Marcelinho, que está isolado.

“O Corinthians não pensa no Marcelinho. Ele não é referência porque não está no campo. Outros jogadores ocuparam a vaga. Tudo passa. Infelizmente para ele. E felizmente para quem está jogando. Mas se ele voltar, terá que reconquistar a confiança de todos. Ele perdeu o que tinha", disse o zagueiro.

Marcelinho terá um caminho difícil. Scheidt deixou bem clara a posição do grupo em relação à reintegração do jogador.

“Se o presidente [Alberto Dualib] resolver que ele vai ficar, vamos acatar. Ele é quem manda. Nós não podemos nos negar a jogar com ele. Mas é claro que muitos não vão aceitar", finalizou.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




19:31 Bancada federal se reúne com ministro da Infraestrutura e cobra duplicação da BR-163
19:30 Deputados aprovam RGA para os servidores da Justiça
19:30 Botelho apresenta 55 proposições e lidera número de projetos
19:29 Justiça bloqueia bens de deputado Romoldo, Riva, Savi e Fabris
19:27 Partidos de olho no Palácio Alencastro


19:27 MT troca Bank of America pelo Banco Mundial
17:21 Alerta na Lava-Jato
17:21 BOA DISSONANTE
17:20 Os negócios são digitais, e agora?
17:20 Gestão pública
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018