Segunda feira, 24 de fevereiro de 2020 Edição nº 15389 17/01/2020  










Anterior | Índice | Próxima



Lapada!

O nome da Baixada Cuiabana que o vice-governador Otaviano Pivetta (PDT) quer para compor a chapa como um dos suplentes, segundo se informa, seria Roberto França (PV). O ex-prefeito se encaixaria no perfil do companheiro sonhado pelo pedetista.



O foco

Só que, antes disso, RF já tinha sinalizado que, na eleição suplementar ao Senado, só aceitaria se fosse o cabeça de chapa. Além disso, o ex-prefeito também sinalizou que seu foco é a eleição para a sucessão do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB).



Ligação

No grupo mais próximo de Blairo Maggi (PP), são muitos os defensores da candidatura de Cidinho Santos (PL) a senador. O argumento é de que o ex-senador é muito próximo do ex-ministro e poderia atrair o apoio de gente importante do agronegócio estadual.



Influência

Entre os que defendem a candidatura de José Medeiros (Podemos), o argumento é de que o deputado federal seria, por assim dizer, o “legítimo representante” de Selma Arruda. Acham que a ex-juíza vai influenciar na eleição de seu substituto.



Recado

Na quarta-feira (14), durante entrevista na saída do Palácio Alvorada, Bolsonaro afirmou que só apoiará candidatos a prefeito filiados ao Aliança pelo Brasil, partido que ele tenta criar ainda neste ano. Fora disso, segundo ele, nem pensar.



Carapuça

O presidente fez uma revelação: disse que foi usado como “escada” para muitos candidatos ganharem a eleição no país inteiro, em 2018. Por extensão, entende-se que isso ocorreu também em Mato Grosso. Em quem serviria, nesse caso, a carapuça?



Fatura

Enquanto isso, José Medeiros tem tentado costurar, nos bastidores, apoio de pessoas que giram no entorno de Bolsonaro para uma eventual candidatura ao Senado. O deputado, um dos mais extremos devotos de JB na Câmara, acha que merece o reconhecimento.



Sem conversa

No DEM, pessoas próximas a Mauro Mendes minimizam a importância das conversas que Júlio Campos mantém com Emanuel Pinheiro. Entendem que a discussão é sobre a eleição suplementar ao Senado. A ala do governador rejeita diálogo com o prefeito.



Mulheres

A chefe do Procon-MT, Gisela Simona (Pros); a ex-reitora da UFMT, Maria Lúcia Neder (PCdoB); e a servidora pública Sirlei Teis (PV) são opções da galera feminina para a disputa pela vaga de Selma Arruda. Já tiveram experiência com as urnas, em 2018.



Números

Gisela surpreendeu ao receber 50.682 votos, na disputa por uma vaga na Câmara. Maria Lúcia teve o apoio de 172.259 eleitores ao pleitear uma vaga no Senado. E Sirlei foi candidata a vice-governadora na chapa de Wellington Fagundes, que obteve 280.055 votos.



....................



Decreto a favor de bandidos

Um levantamento do site G1, do Grupo Globo, revela que o decreto das armas de Jair Bolsonaro reduziu as penas de 46 criminosos do Rio de Janeiro. Entre eles, há oito condenados por tráfico de armas ou de drogas, um por homicídio, um por sequestro e um por assalto. Da bancada de MT, a senadora Selma Arruda votou com Bolsonaro. Na Câmara, os deputados Nelson Barbudo e José Medeiros apoiaram o Governo.



....................

Surpresa

Presidente da Aprosoja, Antonio Galvan quer “melar” o projeto de Otaviano Pivetta de disputar a vaga de Selma Arruda. O produtor rural reapareceu no cenário político anunciando que pretende entrar na disputa. Galvan é filiado ao mesmo PDT de Pivetta.

Negócios

Dono do MDB, Carlos Bezerra cismou que também quer ser candidato a senador, depois de sugerir apoio a Pivetta. Quem conhece o deputado federal garante que ele, na verdade, quer negociar “dividendos”. CB, dizem, não dá apoio político sem contrapartida.

Conselho

Chefe do DEM em Cuiabá, Alberto Machado, o “Beto Dois a Um”, acha que Mauro Mendes não deveria se envolver na polêmica disputa pela vaga de Selma no Senado. Para ele, o governador deveria, isto sim, focar mais na gestão e esquecer a eleição suplementar.



Índio contra...

Na quarta-feira (16), no terceiro dia de um encontro indígena convocado por Raoni Metuktire, à beira do Rio Xingu, em Mato Grosso, o cacique caiapó anunciou a formação de uma aliança entre povos da floresta contra Bolsonaro.



...Bolsonaro

Ao lado de Ãngela Mendes, uma das filhas do líder seringueiro Chico Mendes, e da líder indígena Sônia Guajajara, o cacique disse que a união é para combater “retrocessos nas políticas do Governo Bolsonaro em relação ao meio ambiente e às terras indígenas”.



“Tormenta”

Parece fadado ao sucesso o livro "Tormenta", de Thaís Oyama. A ex-redatora-chefe de Veja retrata Jair Bolsonaro como um homem público extremamente desconfiado, em meio a uma completa paranoia. O presidente vê inimigos em toda a parte, diz ela.



Caso Médico

A deputada Janaína Riva (MDB) é ausência sentida na ALMT. A deputada está em repouso por recomendação médica: após tratamento para engravidar, foi confirmada a gestação de gêmeos, filhos do empresário Diógenes Fagundes. Ela já é mãe de um casal.





Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




16:30 Abilio pode ser o segundo vereador a ser cassado por quebra de decoro
16:30 Jeferson Schneider diminui delação de Silval e critica MP
16:29 BOA DISSONANTE
16:28 Alcolumbre anuncia apoio a Julio Campos
16:27 Campanha da Fraternidade - 2020


16:27 Em defesa de quem cria
16:27 Não é não, especialmente no Carnaval
16:26 Trânsito
16:25
16:25 Um futuro para o trabalho
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018