Segunda feira, 20 de janeiro de 2020 Edição nº 15369 14/12/2019  










FÉRIAS ESCOLARESAnterior | Índice | Próxima

Menores podem viajar sem os pais desde que com autorização expressa

Da Reportagem

Com a chegada do fim de ano, consequentemente, das férias escolares muitas pessoas pretendem viajar. E, se os pais ou responsável legal não puderem embarcar com seus filhos menores de 16 anos e não quiserem ter "dor de cabeça", precisam providenciar autorização expressa, por meio de escritura pública ou de documento particular, com firma reconhecida por semelhança ou autenticidade.

"A Resolução 295 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), do mês de setembro, desburocratizou a questão da autorização de viagem, bastando, no caso de adolescente menor de 16 anos, portar documento oficial com foto atualizado e autorização de qualquer um dos pais com firma reconhecida, por semelhança ou autenticidade", esclarece o juiz auxiliar da Presidência do Tribunal de Justiça de Mato Grosso e coordenador da Comissão da Infância e Juventude (CIJ), Tulio Duailibi.

Conforme informações da assessoria de imprensa do TJ, a autorização expressa é feita por um dos genitores e reconhecida em cartório. A própria Resolução 295 traz modelos de formulários de autorização para ser copiado pelos pais e/ou responsável legal. "Os pais ou responsável legal, devem se atentar para viagens dos seus filhos e evitem buscar o Judiciário para a autorização, já que a resolução do CNJ veio para desburocratizar e dar autonomia aos pais ou responsável legal para decisão sobre viagens dos filhos", reforça.

O coordenador enfatiza ainda, que por força da Resolução 295 do CNJ, a autorização judicial para menores viajarem é dispensável se há autorização expressa dos próprios pais. Para tirar dúvidas e obter mais informações o Tribunal de Justiça de Mato Grosso dispõe do trabalho da Coordenadoria da Infância e Juventude (CIJ). O setor pode ser acionado pelo telefone (65) 3617-3322. A assessoria lembra também que a partir do dia 20 de dezembro o Poder Judiciário estará funcionando em regime de plantão, devido ao recesso forense.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




17:46 Portal Transparência registra mais de 1,1 milhão de acessos em 2019
17:46 Governo muda regras para contratação de serviços terceirizados
17:45 MT já acumula mais de R$ 2 bi em impostos nesse ano
17:45 TCE manda Cuiabá exonerar "apadrinhados" e contratar aprovados em seletivo
17:44 Defaz investiga irregularidades em licitação de semáforos


17:37
17:36 Jayme Campos é o`6º parlamentar mais rico do Brasil
17:35 A pensão das filhas solteiras
17:34 Avenida Parque do Barbado
17:34 Sustentabilidade: o que estão pensando os europeus
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018