Domingo, 08 de dezembro de 2019 Edição nº 15349 14/11/2019  










SILVIA NEGRIAnterior | Índice | Próxima

HcanMT: 20 anos de história

Cuidar de pessoas, salvar vidas. Mais do que um slogan, essa é a nossa essência. O Hospital de Câncer de Mato Grosso chega a 20 anos de existência e desde então, tem contabilizado não somente números, mas histórias. Ainda não encerramos o ano de 2019 e já prestamos mais de 82 mil atendimentos.

Nessas duas décadas de serviço prestado à sociedade mato-grossense, no convívio diário com a dor do outro, as angústias dos pacientes, e mais que isso, de toda a família envolvida, nossa missão tem sido resgatar a dignidade de quem passa por isso, não medindo esforços para que descubram, em tempo, recebam o melhor tratamento, saiam de seus leitos e toquem o sino! Sim, como parte das nossas ações de humanização do HcanMT, lançamos no último Outubro Rosa a campanha Sino de Superação. Um cantinho dedicado aos pacientes que, receberam alta do tratamento e antes de saírem do hospital, possa gritar aos demais: "acreditem, pode haver cura sim"!

Nosso foco sempre foi oferecer um serviço resolutivo e de qualidade nos vários níveis de complexidade, priorizando o atendimento multiprofissional e a humanização hospitalar. No HcanMT, 97% dos pacientes são atendidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) ou pela filantropia.

Com um corpo clínico especializado e qualificado, o hospital realiza cerca da metade de todos os tratamentos de câncer em Mato Grosso, sendo referência no Centro Oeste e, classificado como porte "A" entre as Unidades de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon) do país - de acordo com a portaria nº 2947/2012 do Ministério da Saúde. O HcanMT é considerado Utilidade Pública nos níveis Municipal, Estadual e Federal, e acumula vários prêmios pela qualidade do serviço prestado.

Temos trabalhado incansavelmente para continuarmos no topo, oferecendo ao cidadão: o melhor! Como toda e qualquer empresa, ou mesmo na nossa casa, somos obrigados a administrar problemas de gestão que por ventura possam existir. E isso, também temos feito com a mesma seriedade que nos trouxe até aqui, nesses 20 anos de história!

Atacar o HcanMT é faltar com respeito não à equipe gestora, porque isso muda, isso passa! O que não muda e não passa é a história que já construímos até aqui. Por fim, a falta de respeito acaba sendo com cada vida que passou pelas nossas mãos e recebeu não só tratamento (...) recebeu amor, respeito, cuidado e zelo!

Mais uma vez, sabemos que administrar uma empresa que tem 457 funcionários, movimenta mais de R$ 5 milhões por mês (entre receita e despesas), conta com mais de 600 voluntários, requer uma dose cavalar de profissionalismo, competência, responsabilidade e transparência. E por isso mesmo, com o padrão Hcan de ser, medidas já estão sendo tomadas para garantir o sucesso também da gestão!

Nossa luta aqui não é política, por ego ou vaidade, nossa luta é pelo melhor... é pela VIDA!



* SILVIA NEGRI - administradora do Hospital de Câncer de MT, Mestre em Oncologia e atua há 17 anos na unidade

alana.casanovajor@gmail.com



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




17:09 Macondo, infelizmente...
17:09 07 – sábado Implantação de Jardim Botânico deve começar
17:08 A maconha foi liberada no Brasil?
17:08 Os pets e o estilingue
17:07 Combate ao custo Brasil


17:05
17:04 Temporada 2019 atrai 6 mil visitantes em exposições marcadas pela diversidade
17:04 Arena Encantada traz fé, magia e diversão para as famílias mato-grossenses
17:03 Em Ela disse, jornalistas contam os bastidores da investigação que derrubou Harvey Weinstein
17:02 Carol Castro: Se deixar, te colocam na prateleira do papel sensual
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018