Quinta feira, 17 de outubro de 2019 Edição nº 15325 11/10/2019  










Anterior | Índice | Próxima



Nobel e as apostas

Atacado pelo presidente Bolsonaro em discurso na ONU, no fim de setembro, em Nova York, o cacique Raoni Metuktire é um dos nomes cotados para receber o prêmio Nobel da Paz, que será anunciado nesta sexta-feira (11), em Oslo.

Símbolo

Várias publicações do Brasil e do mundo colocam o líder indígena mato-grossense, originário do Xingu, como símbolo da proteção da Amazônia, entre cinco favoritos ao prêmio. Entre eles, a ativista sueca Greta Thunberg.

Cabo eleitoral

As agressões de Bolsonaro ao cacique deram impulso à campanha do líder indígena. A Time Magazine lembra que Raoni “passou sua vida protegendo sua casa, a floresta Amazônica”. E faz referências negativas ao presidente.

Óleo de peroba

Apontado pelo MPE como um dos líderes da quadrilha que afanou R$ 30 milhões do Detran-MT, o ex-deputado Mauro Savi (DEM) teve a ousadia de pedir à Justiça autorização para viajar, com a família, para a cidade de Miami (EUA).

Boa vida

O desembargador Paulo da Cunha negou o pedido. O ex-deputado programara 11 dias de “descanso”, nas águas azuis-turquesa e nos luxuosos hotéis de Miami Beach. Enquanto isso, o dinheiro desviado do Detran “sumiu”, sem deixar pista.

Restrição

Vale lembrar que Savi é réu no processo derivado da Operação Bereré, que apura o desvio de dinheiro no Detran. O ex-deputado, que passou um mês vendo o sol nascer quadrado, cumpre a medida cautelar de não se ausentar do País.

Me inclua...

Quase uma semana depois do vazamento, José Riva vem a público negar qualquer responsabilidade na suposta delação que aponta para uma farra de quase R$ 200 milhões com dinheiro público, quando ele comandava a Assembleia.

...fora dessa

JR jura que não assinou nenhum acordo, tampouco que o MPE possa ter vazado o documento. De uma forma ou de outra, o estrago já foi feito. Depois dessa, muita gente acha que não é a Câmara de Cuiabá a verdadeira Casa dos Horrores.

Reforço

Aos poucos, o Podemos caminha se fortalecer em Mato Grosso. Depois do deputado federal José Medeiros e da senadora Selma Arruda, a legenda se prepara para receber o vice-governador Otaviano Pivetta, prestes a deixar o PDT.

Família

Otaviano já foi do antigo PFL (atual DEM) e do PPS. À tiracolo, deve levar o irmão, Adriano, no 4º quarto mandato como prefeito de Nova Mutum. O vice foi prefeito três vezes de Lucas do Rio Verde. Ambos são empresários bem-sucedidos.

...............

Grana do pré-sal

Levantamento do jornal O Globo aponta que, dos R$ 106,5 bilhões que o Governo espera arrecadar com o megaleilão do pré-sal, Mato Grosso terá direito a R$ 664 milhões. Na quarta-feira (9), a Câmara aprovou o projeto que distribui os bilhões que a União espera arrecadar. Desse valor, R$ 10,9 bilhões serão divididos entre os estados, que deverão gastar com os rombos de seus regimes de Previdência.



...............

Confiança

Antes mesmo da confirmação desses valores, o Governo de MT já faz os cálculos sobre como vai gastar a dinheirama. A previsão, segundo o secretário de Fazenda, Rogério Gallo, é de que o dinheiro entre na conta do Estado no fim de dezembro.

Rejeição

A senadora Selma Arruda acha que a decisão dos EUA de rejeitar o Brasil na OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico) dificulta a aprovação da indicação de Eduardo Bolsonaro para a embaixada americana.

“Nem conheço”

Apesar da devoção a Jair Bolsonaro, a senadora mato-grossense não dá certeza de voto em Eduardo. Afirmou que, mesmo tendo sido eleita pelo PSL (hoje está no Podemos), não conhece muito bem o filho do presidente. “Mal o conheço”, disse.

Rock & Polícia

O deputado estadual Xuxu Dal Molin (PSC) aproveitou o Rock in Rio para dar uma esticada no gabinete do governador Wilson Witzel (PSC) e propor um “convênio” entre as polícias de MT e RJ, no combate à criminalidade.

Violência oficial

Dal Molin quer “vender” ao governador Mauro Mendes (DEM) o projeto de combate ao crime do Governo fluminense. No Rio, as mortes por ações policiais aumentaram 46%, até setembro, na administração “cristã” de Witzel.

Sonhos

A possibilidade de Bolsonaro trocar o PSL pelo Patriotas deixou Victório Galli, dono do partido em MT, em estado de graça. O deputado sonha com a Prefeitura de Cuiabá em 2020. E com o presidente em seu palanque.

Códigos

Na suposta proposta de delação premiada, José Riva teria usado códigos para identificar quem recebia “mensalinho” na Assembleia. Eis alguns deles: Pressão 10, Xará2, Lulu, Wats, Perc, Mau, Mak, Dt, João, Justu...



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




19:07 Júlio Campos muda domicilio eleitoral
19:05 Nem cálice e nem cale-se
19:05 Best-seller
19:05 Projeto de Lei dos 30 dias
19:04 Educação contra a desigualdade


19:04 Mistérios da República
19:02 Afastada da TV, Bianca Rinaldi diz que idade lhe trouxe maturidade e prepara canal no YouTube
19:02
19:01 Sequência de Malévola propõe nova vilã
19:01 Renée Zellweger já desponta como favorita ao Oscar
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018