Quinta feira, 17 de outubro de 2019 Edição nº 15324 10/10/2019  










Anterior | Índice | Próxima



Trairagem

Devoto do bolsonarismo e um dos defensores intransigentes de Jair Bolsonaro, Nelson Barbudo já não vê com bons olhos o presidente, depois que este desdenhou do PSL, minimizando o partido que lhe sustentou na eleição de 2018.

Brios

Na noite de terça-feira (8), no Plenário da Câmara, em meio ao Efeito Bolsonaro, o deputado mato-grossense era um dos mais indignados. Ele e outros consideraram que JB mexeu com os brios do grupo político que sempre o apoiou.

Indignação

Quem viu garante que Nelson Barbudo estava indignado. Logo ele, que sempre disse “amém” aos discursos e ao comportamento de Bolsonaro, por mais perigosos e toscos que tenham sido. Ele não deve seguir JB para outro partido.

Via 2020

A cúpula do nanico Pros trabalha para lançar a chefe do Procon-MT, advogada Gisela Simona, candidata à sucessão do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB). Em 2018, ela recebeu 50.682 votos para deputada federal. 33.762, só em Cuiabá.

Euforia

Presidente do Pros, o vereador cuiabano Dilemário Alencar não esconde a euforia e até comemora a possibilidade de o Alencastro ter, pela primeira vez, uma mulher no comando. Esquece que, primeiro, tem que combinar com o eleitor.

Tensão

Desde que vazou a suposta delação de José Riva sobre farra com dinheiro público, o ambiente na Assembleia Legislativa é o mais soturno possível. O clima de velório marca o ambiente, sobretudo, o Plenário da Casa.

Fake news?

Presidente da AL, Eduardo Botelho garantiu, em entrevista, que não existe “mensalinho”. Pelo menos, desde 2015, desde quando ele assumiu o comando do Legislativo. EB suspeita que a delação de JR seja fake news.

Procura-se

O Comando da PM está distribuindo cartazes com a foto do ex-cabo Helbert de França e Silva, que no domingo (6) fugiu, sem deixar rastros, no Batalhão da Rotam (Ronda Ostensiva Tático Móvel), em Cuiabá, onde está preso.

Matador

A foto circula em grupos de WhatsApp de MT e de outros estados. O ex-cabo é condenado em mais de 105 anos. Com outros cinco militares, ele é acusado de integrar um grupo de extermínio conhecido como “Os Mercenários”.

Elite

A sociedade está na expectativa do resultado de um inquérito aberto pela PM para apurar as causas da fuga do ex-cabo. Afinal, é curioso (ou suspeito) o fato de ele ter fugido do batalhão de um grupo de elite da própria PM.

...............

Farra de R$ 175 milhões

Tem 105 páginas o “Dossiê Riva”, como ficou conhecida a proposta de delação premiada do ex-deputado ao MPE que vazou no fim de semana passado e agitou o meio político do Estado. Ex-dono da Assembleia, José Riva, inclusive, coloca à disposição dos interessados recibos bancários e notas promissórias. Ao longo de 20 anos, os pagamentos ilícitos teriam chegado a R$ 175 milhões.

...............

Oração & Grana

Segundo o dossiê, um dos maiores contemplados seria Sebastião Rezende (PSC), um tímido deputado que tem a mania de ler salmos da Bíblia, no Plenário. Segundo Riva, o deputado-pastor recebeu R$ 6,5 milhões de mensalinho.

TCE e propina

Nem o sempre calmo e discreto presidente do TCE-MT, Campos Neto, escapou da delação. Riva entregou o conselheiro: disse que ele recebeu R$ 1,2 milhão, em 2001, para votar a favor de sua chapa, na eleição da Mesa Diretora.

Psicose

O chefe do TCE passou ileso na deleção de Silval que fez o STF afastar cinco conselheiros, acusados de pedir R$ 53 milhões em propina. Depois dessa, Campos Neto mudou o nome para Gonçalo Neto e tem pavor de telefone celular.

Gato preto

A cúpula Secretaria de Segurança, segundo se conta, desconfiaria de “maus fluidos” no avião Piper Seneca, que sofreu um acidente sábado (4), em Colniza (1067 km a Noroeste de Cuiabá), quando conduzia uma equipe da Polícia Civil.

Herança

O bimotor era de Silval Barbosa e foi incorporado à Sesp. É um dos bens que o ex-governador devolveu, no contexto da delação premiada. O trem de pouso recolheu e o “nariz” do avião bateu na pista de pouso. Ninguém se feriu.

Prontuário

Secretário de Saúde do Estado, Gilberto Figueiredo vai se licenciar do cargo, no período de 4 a 14 de novembro. Ele vai procurar um médico para cuidar da própria saúde, conforme justificou ao governador Mauro Mendes.



Reflexão

Nesse período, Figueiredo deve avaliar a conveniência de disputar a Prefeitura de Cuiabá em 2020. Homem de confiança de MM, ele, que é vereador, trocará o PSB pelo DEM. Na pasta, será substituído pela secretária-executiva, Danielle Carmona.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




19:07 Júlio Campos muda domicilio eleitoral
19:05 Nem cálice e nem cale-se
19:05 Best-seller
19:05 Projeto de Lei dos 30 dias
19:04 Educação contra a desigualdade


19:04 Mistérios da República
19:02 Afastada da TV, Bianca Rinaldi diz que idade lhe trouxe maturidade e prepara canal no YouTube
19:02
19:01 Sequência de Malévola propõe nova vilã
19:01 Renée Zellweger já desponta como favorita ao Oscar
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018