Quinta feira, 17 de outubro de 2019 Edição nº 15323 09/10/2019  










Anterior | Índice | Próxima



Na área

Para surpresa de ninguém, o ex-governador Júlio Campos mudou, de Várzea Grande para Cuiabá, seu domicílio eleitoral. Passa a ser mais uma opção do DEM para a eleição de 2020 em Cuiabá. A prefeito ou a vice-prefeito.

Velório

Mas, JC admite ser uma opção do DEM numa eventual eleição suplementar ao Senado, caso o TSE confirme a cassação de Selma Arruda (Podemos). Ele, pelo jeito, também é a favor de se fazer velório sem ainda existir um cadáver.

Trajetória

Julinho entrou na vida pública em 1972, como prefeito de Várzea Grande. Foi deputado federal em duas ocasiões, governador do Estado e senador por oito anos. Nesse período, nunca disputou vaga de vereador ou deputado estadual.

No ar

Enquanto a eleição não vem, o ex-governador cuida do curtir a vida. No Facebook, ele informa que está em viagem de férias (20 dias). O roteiro inclui Chicago, uma das maiores cidades dos EUA, e Ottawa, capital do Canadá.

Quem vazou?

Nos meios político e jurídico, a aposta é para saber quem vazou a proposta de delação de José Riva ao MPE, que aponta para a compra de parlamentares na AL: um ex-advogado do ex-deputado ou o próprio Ministério Público?

Esgotos

Demitido na semana passada da chefia do Incra, o general João Carlos Jesus Corrêa disse que pretendia fazer “o saneamento de um órgão que era um esgoto”. Ao Estadão, ele citou Mato Grosso e Rondônia como exemplos de irregularidades.

Colisão

Como a coluna registrou, o general bateu de frente com o secretário especial de Assuntos Fundiários, Nabhan Garcia, amigo de Bolsonaro. A crise aumentou quando ele afirmou que contrariou interesses por atacar “verdadeiras organizações criminosas”.

Dúvida

Pergunta que não quer calar: os deputados federais Nelson Barbudo (PSL) e Carlos Bezerra (MDB), que brigam pelo controle do Incra, sabiam que o órgão em MT, como sugeriu o general João Carlos Corrêa, seria um esgoto?

Laranjal

Presidente do PSL em Mato Grosso, o deputado Nelson Barbudo deve acompanhar Jair Bolsonaro na debandada do partido. O avanço da PF sobre o laranjal de candidaturas femininas deve acelerar a saída do presidente da República da legenda.

Magreza

O PSL/MT começou a fase de enfraquecimento com a saída da senadora Selma, após rixa com o senador Flávio Bolsonaro (PSL). Além de Barbudo, a sigla só tem os deputados estaduais Delegado Claudinei e Sílvio Fávero como expressões.

...............

Esporte eletrônico

A equipe nacional Red Canids Kalunga percorrerá o Brasil na primeira “peneira itinerante”, em busca de novos talentos para integrar seus times de League of Legendes (Lol) e Free Fire. Eles utilizarão um caminhão, o Red Truck HyperX, que contém uma arena própria de jogos, para visitar 18 capitais brasileiras nos próximos oito meses. Uma delas é Cuiabá, nos dias 30 de novembro e 1º de dezembro

...............

Atração

O Free Fire é um jogo de sobrevivência e exploração; o Lol adota estratégias para derrotar a equipe inimiga. Esses jogos eletrônicos atraem grande audiência, com cobertura pela TV. As inscrições são feitas pelo site da Red Canids, por R$ 25.

Cofre-forte

No projeto de Lei Orçamentária Anual (LOA) para 2020, o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) prevê aumento dos gastos da Casa dos Horrores, vulgo Câmara de Cuiabá, de R$ 57,2 milhões para R$ 59,9 milhões – aumento de 4,6%.

Quem paga

Esse aumento é acima inflação prevista (de 3,42%) pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) entre 2019-2020. Há quem ache que, pelo show de inutilidades que a Casa dos Horrores dá, não merece gastar tanto dinheiro do contribuinte.

Ninho indeciso

A cúpula do PSDB em Cuiabá transferiu ao deputado Wilson Santos e ao vereador Ricardo Saad a decisão sobre se o partido vai apoiar ou não uma eventual recandidatura do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB). WS faz oposição a EP; Saad apoia.

Revelação

No território livre da internet, circula um vídeo em que Wilson revela que os colegas Janaína Riva (MDB), Carlos Avalone (PSDB) e Nininho Bortoli (PSD) não gostariam de ver Silval Barbosa depondo na CPI da Sonegação Fiscal. Por quê?

De outro mundo

No provável acordo de delação premiada que vazou, o ex-deputado José Riva citou colegas que estariam na lista do “mensalinho” e que já morreram. São os casos do ex-jornalista Walter Rabello e do ex-radialista Hermínio Barreto.

Paranoia

“Deixa eu orar aqui agora. (...) Meu Deus, lave a cabeça dessa imprensa fétida que nós temos. Lave a cabeça deles, bote coisas boas dentro da cabeça”. De Jair Bolsonaro, ao sair ontem do Palácio Alvorada, com mania de perseguição.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




19:07 Júlio Campos muda domicilio eleitoral
19:05 Nem cálice e nem cale-se
19:05 Best-seller
19:05 Projeto de Lei dos 30 dias
19:04 Educação contra a desigualdade


19:04 Mistérios da República
19:02 Afastada da TV, Bianca Rinaldi diz que idade lhe trouxe maturidade e prepara canal no YouTube
19:02
19:01 Sequência de Malévola propõe nova vilã
19:01 Renée Zellweger já desponta como favorita ao Oscar
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018