Sexta feira, 20 de setembro de 2019 Edição nº 15304 12/09/2019  










GASOLINAAnterior | Índice | Próxima

Preço médio de MT é o maior do Centro-Oeste

MARIANNA PERES
Da Reportagem

O preço médio do litro da gasolina comercializada, em Mato Grosso, fechou agosto cotado a R$ 4,69, cifras que colocam o valor como o maior do Centro-Oeste. O dado faz parte de um levantamento realizado pela ValeCard, em cerca de 20 mil estabelecimentos em todo o território nacional. No contraponto, a região, está em segundo lugar no ranking com o litro do combustível mais barato do país.

No Centro-Oeste, o Distrito Federal tem a gasolina com o preço médio mais baixo (R$ 4,31). Já Mato Grosso tem a gasolina mais cara (R$ 4,69). Ao longo dos últimos meses, conforme a ValeCard - empresa especializada em soluções de gestão de frotas - a média estadual teve o seguinte comportamento: junho R$ 4,70, julho R$ 4,66 e em agosto a média atual de R$ 4,69. O preço médio da gasolina comum no país em agosto foi de R$ 4,51.

Com valores médios de R$ 4,00 e R$ 4,15, respectivamente, Santa Catarina e São Paulo mantêm-se no topo do ranking dos preços mais baratos do país. Obtidos por meio do registro das transações realizadas em agosto com o cartão de abastecimento da própria companhia, os dados mostram que Acre e Rio de Janeiro são os estados com o combustível mais caro – R$ 5,02 e R$ 4,89, respectivamente. O Acre é o único Estado onde o preço médio da gasolina comum passa de R$ 5.

A capital com gasolina mais barata é Florianópolis (R$ 3,89), e a mais cara, Rio de Janeiro (R$ 4,90). Floripa, aliás, detém o único valor abaixo da casa dos R$ 4 em todo o levantamento, incluindo capitais, estados e regiões.

Entre as regiões do país, a Sudeste é a que tem a gasolina mais cara (R$ 4,60, em média), e o Sul segue sendo a que tem o combustível mais barato (R$ 4,21). Em julho, a gasolina mais cara era encontrada no Norte (R$ 4,66, em média)

No Sul, a gasolina comum mais cara é encontrada no Rio Grande do Sul (R$ 4,39, em média). Santa Catarina é o Estado da região – e do país – com o combustível mais barato (R$ 4,21).

No Nordeste, Pernambuco apresenta o preço médio mais baixo (R$ 4,39). Já Piauí tem o valor mais alto (R$ 4,69).

No Norte, o Acre tem o preço mais alto não só da região, como também do Brasil (R$ 5,02). O valor médio mais baixo foi verificado no Amazonas (R$ 4,26).

Entre as capitais, Florianópolis (R$ 3,89) e Curitiba (R$ 4,02) são as que apresentam preços menores. Já Rio de Janeiro (R$ 4,90) e Belém (R$ 4,85) têm os valores mais altos.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




18:14 Embarques de milho somam US$ 1,34 bi em agosto, alta de 169,2%
18:13 Confinamento impulsiona abates em MT
18:02 Selma muda para o Podemos
18:02 BOA DISSONANTE
18:01 Ajuste no lugar errado


18:01 Medidas cautelares e prerrogativa de foro
18:00 Força feminina
17:59 Pivetta assume governo pela primeira vez
17:59 Revisão aponta superávit de R$ 121 milhões
17:59 Vereador entrega cargos que possuía na Prefeitura
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018