Terça feira, 15 de outubro de 2019 Edição nº 15291 24/08/2019  










USINA FOTOVOLTAICAAnterior | Índice | Próxima

Maior telhado solar de Mato Grosso será construído em Várzea Grande

Da Reportagem

Com a proposta de colaborar com o meio ambiente e reduzir o consumo de energia elétrica a Enerzee construirá o maior telhado solar do Mato Grosso para o Grupo Domani. A usina fotovoltaica será instalada sobre a cobertura do galpão que hospeda carros novos da concessionária Fiat, em Várzea Grande. O investimento de R$ 4,4 milhões deve gerar uma redução de 68% no consumo de energia do grupo.

No total serão 2.336 módulos de 375Wp, instalados em uma área de aproximadamente 4,6 mil m², que gerarão, em um ano, aproximadamente 1,2 milhão de quilowatts hora. A usina abastecerá as sete lojas do grupo, quatro concessionárias Fiat e três concessionárias Jeep localizadas nos municípios de Cuiabá, Várzea Grande, Tangará da Serra, Rondonópolis e Cáceres.

Segundo o diretor executivo do Grupo Domani, Eduardo Carlota, a instalação do telhado solar representa um marco para a empresa, que investe continuamente em ações sustentáveis. "Este será o sexto projeto desenvolvido por nós na busca de reduzir o impacto ambiental em nossas instalações. Já desenvolvemos outras ações como descarte de óleo, papelão e lava jato com reaproveitamento de água", conta.

A usina ainda irá amenizar significativamente a emissão de gás carbônico das empresas que compõe o grupo. Estima-se que o projeto reduzirá em até 153,34 toneladas a emissão de CO2 anuais.

O telhado solar deve gerar ainda uma média de 104 mil quilowatts de energia limpa por mês. A eletricidade produzida corresponde ao consumo mensal de aproximadamente 1.800 residências brasileiras.

"Além do investimento em sustentabilidade, a usina trará um retorno econômico. Hoje gastamos entre R$ 70 mil a R$ 75 mil por mês com energia nas sete unidades. E estamos trocando esse gasto, por um valor equivalente de financiamento. Após cinco anos, pagaremos o financiamento e teremos uma economia de 68% na conta de energia do grupo. Estimamos o retorno do investimento em quatro anos, porém, como decidimos construir um galpão, tivemos um acréscimo de mais de R$ 1 milhão no projeto", conta Eduardo Carlota.

De acordo com vice-presidente da Enerzee, Nelson Tinoco, o galpão está em fase final de construção e a instalação da usina será feita dentro de 120 dias. "Com este empreendimento, o Grupo Domani se beneficiará de uma energia limpa e segura por 25 anos. A energia gerada será enviada para a rede da distribuidora, que fornecerá créditos para a unidade consumidora abater na sua conta de luz", explica.

Ainda segundo o vice-presidente do Grupo Amper, do qual o Grupo Domani faz parte, Eduardo Oliveira, a ideia é que esse projeto se estenda para as outras empresas do grupo. "A partir desta instalação, avançamos na geração fotovoltaica e queremos construir novas usinas e contribuir para uma operação cada vez mais sustentável. Além, claro, de manter a característica principal de ser um modelo de operação de baixo custo e com preços competitivos", ressalta.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




18:10 Prédio de 7 andares desaba em Fortaleza
18:09 Medina pode ser tricampeão mundial de surfe na etapa de Portugal
18:08 Neymar volta a desfalcar Brasil e PSG
18:08 Brasil termina Copa do Mundo de vôlei masculino com vitória sobre a Itália
18:08 Circuito Brasileiro Open de vôlei de praia volta a Cuiabá


18:07 Bandidos quebram parede de farmácia para furtar nesta madrugada
18:07 Jovem piloto de 18 anos morre após moto bater em caminhão
18:06 PMs frustram tentativa de furto em agência bancária
18:06 Preso integrante de facção responsável por fomentar tráfico
18:05 MT cria taxa de R$ 316 por veículo financiado
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018