Domingo, 15 de setembro de 2019 Edição nº 15290 23/08/2019  










Anterior | Índice | Próxima



Visita

O ex-deputado federal e atual suplente Valtenir Pereira (MDB) recebeu uma ‘visita’ da Polícia Federal, na manhã de ontem. Seu apartamento, em Cuiabá, foi alvo de busca e apreensão na Operação Tapiraguaia.



Paisagem

Valtenir, com sua famosa cara de paisagem, disse aos jornalistas após a ‘visita’ da Federal que ficou surpreso com a ação. Aproveitou para jurar inocência e de que acredita na Justiça. Então tá!



Tapiraguaia

A Tapiraguaia - primeiro nome do município de Confresa -, visa combater um esquema de desvio de recursos públicos federais e pagamento de propinas nas prefeituras de Confresa e Serra Nova Dourada.



Fogo

Na quarta-feira, pela manhã, o presidente Bolsonaro – sem citar nomes – disse que alguns governadores da região amazônica não estão movendo uma palha para combater as queimadas na região.



Combate

O governador Mauro Mendes – que governa MT, um dos estados da Amazônia – disse que não se sentiu atingido pela crítica do presidente da Republica. Garantiu que esta fazendo o seu papel de combater às queimadas.



Economia

A crise esta afetando todo mundo. O presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha anunciou que não vai aumentar o número de desembargadores de 30 para 35, em Mato Grosso. A decisão é para economizar.



Demanda

O desembargador disse que até concorda com a proposta de se aumentar o número de vagas de desembargadores por causa da elevada demanda e da necessidade de desafogar os processos na Justiça, mas lembra que não há orçamento para tanto.



Saliva

O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) anda gastando saliva para explicar o rebaixamento da nota da Capacidade de Pagamento do Município, de B para C, pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN).



Obras

Segundo o prefeito, a aprovação de empréstimos para obras de infraestrutura em Cuiabá, em 2019, reduziu a margem para novos endividamentos da Prefeitura, daí a redução da nota.





Difusora

Hoje, dia 23, a Rádio Difusora Bom Jesus de Cuiabá está completando 60 anos. Ligada a igreja católica foi fundada em 1959 pelo bispo diocesano da capital, Dom Orlando Chaves.



............

Antes...

Conversa de um famoso ambientalista da Capital, na noite de quarta-feira, após visita do ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles a Mato Grosso: antes o Bolsonaro tivesse fundido os ministérios da Agricultura e do Meio Ambiente. Pois a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, em relação ao desmatamento é, por incrível que pareça, a mais sensata dentro do governo. Ela entende que, hoje no mundo, é mau negócio criminalizar os ambientalistas — como o faz dia sim, outro também, Bolsonaro sob o olhar indulgente de Ricardo Salles.

.........



Fake news

A proliferação de animais peçonhentos no município de Sinop anda rendendo. Ontem, a Sinop Energia, Concessionária da Usina Hidrelétrica Sinop, teve que ir a público para negar que a usina é a responsável pela infestação.



Canibalesca

O tucano Tasso Jeressati acredita que a disputa polarizada que Bolsonaro e PT incentivam serve aos dois, que se alimentam um do outro, numa espécie canibalesca de luta política.



Alternativo

Por isso, o senador cearense considera que o eleitorado se cansará dessa destruição mútua, e procurará um candidato alternativo que represente a maioria. Será?



Abuso 1

O procurador-geral de Justiça José Antônio Borges classificou como retrocesso a lei de abuso de autoridade, que está sob análise do presidente Jair Bolsonaro (PSL). Para Borges, a lei aprovada no Congresso tenta reprimir os órgãos de controle.



Abuso 2

A proposta foi aprovada pelo Congresso na semana passada e define quais situações configuram o crime de abuso. O texto está na Presidência para sanção, veto parcial ou integral. Bolsonaro tem até o dia 5 de setembro para decidir.



Gastando

O conselheiro do Tribunal de Contas, Luiz Carlos Pereira, emitiu termo de alerta de LRF aos gestores dos municípios de Colniza, Juara e Porto dos Gaúchos, por ultrapassarem o limite de despesas com pessoal previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).



Mutirão

Desde ontem a prefeitura de Cuiabá retomou o Mutirão de Conciliação Fiscal 2019. As negociações se estendem até 30 de agosto na Procuradoria Geral do Município (PGM) e na antiga Loja de Atendimento ao Cidadão (Lac), no térreo da prefeitura de Cuiabá.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




17:45 Seis em cada dez internautas fizeram compras no último ano
17:37
16:53 Novos horizontes na aviação brasileira
16:53 A mulher bonita da janela alegre
16:52 Resistência à CPMF


16:52 Saúde: um direito ainda utópico
16:51 Nietzsche ganha verniz pop em nova biografia, que o apresenta como misógino
16:51
16:50 Órfãos da Terra: capítulos da última semana não serão antecipados no Globoplay
16:50 Dramaturgia em diálogo com a psicanálise
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018