Domingo, 15 de setembro de 2019 Edição nº 15287 20/08/2019  










CHUVA DO CAJU Anterior | Índice | Próxima

Contrariando previsões, chove em Cuiabá

O forte calor e o tempo seco predominavam na região metropolitana onde não havia registros de chuvas há cerca de 100 dias

ARQUIVO
JOANICE DE DEUS
Da Reportagem

A chuva pegou muitas pessoas de surpresa na manhã de ontem, em Cuiabá. Apesar de fraca, a precipitação contrariou até mesmo os serviços de meteorologia e contribuiu para amenizar o forte calor e o tempo seco que predominavam na região metropolitana onde não havia registros de chuvas há cerca de 100 dias. Nas primeiras horas do dia, a umidade relativa do ar (URA) chegou a atingir 40%, sendo o percentual mínimo de 60% considerado como ideal pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Na capital, essa primeira precipitação, após um período de estiagem é popularmente chamada de “chuva do caju”. De acordo com o 9º Distrito de Meteorologia (9º Disme), a última chuva registrada na cidade ocorreu no dia 14 de maio passado, com índice de 41 milímetros (mm). Ontem, os chuviscos atingiram bairros como o Despraiado, Pedra 90, Tijucal, parte do CPA e da Avenida das Torres.

No início da tarde, também pingou na região do Cristo Rei, em Várzea Grande. O fenômeno foi provocado por ventos que trouxeram umidade, que associada ao forte calor fez chuviscar na região. Nas redes sociais, uma moradora do Residencial São José, divulgou um vídeo comentando que por lá foram cerca de 10 minutos de gotas molhando o chão. “Gente chuva aqui no condomínio São José, Graças a Deus. Que benção, uma chuvinha aqui. Deus está mandando para nós, para melhorar o clima, apagar um pouco da poeira”.

Porém, eles não estavam previstos, sendo que até o próximo domingo (25) a perspectiva é de predomínio sol na Grande Cuiabá. Somente no sábado (24), o tempo deve apresentar variação de nebulosidade, mas nesse mesmo dia os termômetros devem bater recorde já que a previsão é de máxima de 41ºC, segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Também em Mato Grosso, a previsão para ontem era de predomínio de sol devido a presença de massa de ar seco. Em outras áreas do Estado, principalmente, na faixa noroeste mato-grossense o dia seria com variação de nebulosidade, mas com temperaturas elevadas.

Além disso, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) alertava sobre a umidade relativa do ar variando entre 20% e 12%, nas regiões norte e nordeste do Estado. Entre os municípios atingidos estão Alta Floresta, Alto da Boa Vista, Araguaiana, Bom Jesus do Araguaia, Campinápolis e Canabrava do Norte. Com a URA baixa aumenta os riscos de incêndios florestais e os perigos à saúde. Entre os quadros, ressecamento da pele, desconforto nos olhos, boca e nariz.

Na capital, há uma tradição popular de que esta primeira chuva, depois de um período de estiagem, vem para brotar nos cajueiros as primeiras flores e, em poucos, dias os frutos. Esse fenômeno coincide com o período da colheita do caju e de sua fruta, a castanha. Mas, as precipitações geralmente são fracas e têm pouco tempo de duração. Segundo a sabedoria popular, quando os chuviscos veem em agosto ou nos primeiros dias de setembro é garantia boa produção de cajus.

Porém, vale o alerta à população de que devido ao ar poluído, essas primeiras gotas são ácidas, o que pode trazer danos à saúde das pessoas. Por isso, o recomendável é evitar se molhar.

Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




17:45 Seis em cada dez internautas fizeram compras no último ano
17:37
16:53 Novos horizontes na aviação brasileira
16:53 A mulher bonita da janela alegre
16:52 Resistência à CPMF


16:52 Saúde: um direito ainda utópico
16:51 Nietzsche ganha verniz pop em nova biografia, que o apresenta como misógino
16:51
16:50 Órfãos da Terra: capítulos da última semana não serão antecipados no Globoplay
16:50 Dramaturgia em diálogo com a psicanálise
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018