Terça feira, 25 de junho de 2019 Edição nº 15224 22/05/2019  










Anterior | Índice | Próxima



Tô nem aí!

A deputada Janaína Riva (MDB) não comemora projeções sobre uma possível candidatura ao Palácio Alencastro, em 2020, embora esteja bem situada na bolsa de apostas sobre a sucessão do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB). Seu projeto é bem outro.



Invenção

A presidente interina da ALMT não autoriza ninguém a sequer falar que ela pode disputar as eleições em Cuiabá. “Quero saber quem colocou na cabeça das pessoas que ser prefeito de Cuiabá é vantagem”, disse ela ao site RepórterMT.



Sem vantagem

Janaína alega que a Prefeitura da Capital tem um orçamento muito pequeno. Ela minimizou a importância de ser prefeita, considerando o desgaste e as “cobranças excessivas”. E revelou o seu projeto: quer ser governadora.



Quem decide

Enquanto isso, o MDB prossegue à espera de uma decisão do interminável Carlos Bezerra, que controla a legenda como se fosse propriedade particular. O grupo político de CB resiste a uma recandidatura do prefeito Emanuel Pinheiro.



Selma festeja

A senadora Selma Arruda (PSL), em especial, está comemorando a nomeação do advogado Sebastião Monteiro para o cargo de juiz titular do TRE-MT. O ato foi assinado na segunda-feira (20) pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL).



Bastidores

Com apoio do deputado José Medeiros (Podemos), Selma articulou, junto ao ministro Sérgio Moro (Justiça), a nomeação de Monteiro. Venceu Ulisses Rabaneda, que tinha o apoio da maioria da bancada para ser reconduzido ao TRE-MT.



Vingança

Recentemente, Selma acusou Rabaneda de perseguição, desde o registro de sua candidatura até a cassação do seu mandato pelo TRE. Quando era juíza, Selma mandou prender Silval Barbosa. O ex-governador era cliente de Rabaneda. Então...



Balcão

Beneficiado com o regime semiaberto, o desembargador Evandro Stábile tem prazo de uma semana para conseguir um emprego, segundo decisão do juiz Geraldo Fidélis, da 2ª Vara Criminal. A questão é: quem vai empregar alguém com tornozeleira?



Prêmio

Como se recorda, Stábile foi condenado à prisão por vender sentenças no TRE-MT. Como “punição”, ganhou a aposentadoria compulsória, com o direito de receber salário de R$ 30,4 mil. Com um salário desse, precisa mesmo de emprego?



Tá proibido...

Na decisão, Fidélis proíbe Stábile de “frequentar lugares inapropriados”, como cabarés (casa de prostituição), casa de jogos, bocas de fumo e similares. Vale perguntar: antes da condenação, o magistrado frequentava esses locais?



...............

A senadora e a conspiração

Na segunda-feira (20), após receber homenagem na Câmara de Cuiabá, a senadora Selma Arruda afirmou, em coletiva, que, nos bastidores, em Brasília, um golpe para tirar Bolsonaro do poder “está sendo tramado”. Ela surpreendeu ao apontar os mentores do suposto golpe: “Não é o PT e nem o MDB. É coisa do Centrão”, disse, se referindo a um grupo de partidos sem orientação ideológica, mas extremamente clientelistas.

...............



Racha

Um dos caciques do DEM, Jayme Campos já sinalizou ao Palácio Paiaguás que é simpático à recandidatura do prefeito Emanuel Pinheiro. O grupo de Mauro Mendes resiste à idéia e defende um nome próprio. EP deve trocar o MDB pelo PTB.



De novo...

Condenado a 11 anos, um mês e 10 dias de cadeia – em regime fechado - por crime de peculato, José Riva pode recorrer em liberdade. Mas, se for condenado em segunda instância, ele voltará a ver o sol nascer quadrado.



Recorde

O processo é da Operação Arca de Noé e, na decisão, o juiz Jorge Tadeu, da 7ª Vara Criminal, determinou que o ex-deputado devolva R$ 1,5 milhão aos cofres públicos. O MPE acusou JR de 123 práticas de peculato e 123 vezes lavagem de dinheiro.



O preço...

Ao desfilar nos corredores do Fórum de Cuiabá, no Centro Político Administrativo (CPA), ontem à tarde, Silval Barbosa foi alvo da ira de populares: “Governador ladrão!”, “Nós que pagamos o pato!”, “Bota tornozeleira nele!”



...da má fama

SB foi beneficiado com o regime semiaberto, estando, portanto, livre, leve e solto. O ex-governador foi condenado a mais de 25 anos de prisão por formar quadrilha e lavar dinheiro. Ele confessou o roubo de R$ 1 bilhão dos cofres do Estado.



Obsessão

Em meio à crise política do País, o deputado Valtenir Pereira (MDB) sua a camisa para ver aprovado a PEC (PEC) que aumenta de oito para dez anos mandato de senador, de quatro para cinco o mandato de deputado e acaba com a reeleição no Executivo.



Desespero

Relator na CCJ, Valtenir deu parecer favorável à PEC, que também prorroga mandatos dos atuais prefeitos, vice e vereadores. Não contente, ele está convocando um ato público para o dia 30, em Cuiabá, em defesa da proposta. Será que dá praia?



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




18:40 MP denuncia Arcanjo e mais 32 envolvidos com jogo do bicho
18:39 O papel da assessoria de imprensa
18:38 Ferrovia para trazer
18:38 Viva João Batista!
18:37 A tragédia da educação


18:37 Avante Luverdense
18:36 Disney lança série adolescente com primeira protagonista brasileira
18:36
18:35 Ian McEwan: estamos nos afogando na irracionalidade
18:33 Paulo Fernandes volta à sua terra natal para show e gravação de DVD
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018