Domingo, 18 de agosto de 2019 Edição nº 15222 18/05/2019  










Anterior | Índice | Próxima



Programa de índio

Líder da etnia caiapó, o cacique Raoni Metuktire está fazendo um “périplo” pela Europa, em busca de apoio da comunidade internacional para barrar o processo de destruição da Amazônia – em especial, do Parque do Xingu, em MT.

Torre Eiffel

Na quinta-feira (16), Raoni esteve com o presidente francês Emanuel Macron, que, segundo a agência France Press, prometeu ao cacique apoio à luta para proteger a biodiversidade e os povos da Amazônia, vítimas do desmatamento.



S.O.S. Xingu

Na Europa, o cacique mato-grossense busca lançar um S.O.S. junto à opinião pública e aos líderes políticos mundiais, na tentativa de salvar o Parque do Xingu, uma enorme área de biodiversidade de cerca de 180.000 km2.



Efeito JB

A viagem de Raoni ocorre num momento de apreensão para os índios no Brasil. Bolsonaro já criticou a “indústria” da demarcação de terras indígenas e quer ampliar as atividades de mineração e agropecuária nessas áreas.

Sozinho

Bolsonaro, aliás, propôs a Donald Trump a abertura da exploração da Amazônia. Curiosidade: sozinho, Raoni move céus e terra contra a devastação. Em MT, nenhum político levantou a voz, sequer para elogiar o cacique.

Aviso a Mauro

Ouvido no meio político, em Brasília: a tendência é que os deputados retirem estados e municípios da reforma da Previdência que tramita na Câmara. Se a tendência se confirmar, governadores terão de fazer suas próprias reformas.

Exagero

O deputado Romoaldo Júnior (MDB) é contra detalhar gastos com a Verba Indenizatória (VI), de R$ 65 mil mensais. Diz que “dá um trabalho” juntar notas de despesas e que, para isso, seria preciso um assessor “especial”.

Encrenca

Prestar contas não é o forte de Romoaldo. Desde 2013, ele anda encrencado com uma ação judicial: é acusado de integrar um esquema que desviou R$ 9 milhões da ALMT. De lá para cá, não consegue explicar a situação.

Xerife

Ex-secretário de Segurança da gestão Pedro Taques, Gustavo Garcia assumiu, nesta sexta-feira (17), a Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos. Durão, o delegado pode ser uma arma eficiente contra esses crimes na Baixada Cuiabana.

Crime compensa?

Condenado pelo STJ a seis anos de cadeia por venda de sentença, o desembargador Evandro Stábile vai para o regime semiaberto, no domingo (19). “Condenado” à aposentadoria compulsória, ele recebe R$ 35,4 mil, todos os meses.

................

JC, Bolsonaro e a Ética

Segundo a revista Época, Jayme Campos (DEM) é cotado para comandar o Conselho de Ética do Senado. Se eleito, o mato-grossense pegará um “abacaxi”: o julgamento de Flávio Bolsonaro (PSL-RJ). Senadores dizem que há elementos para levar o filho do presidente Bolsonaro ao conselho, por conta das investigações do MPR-RJ, que o apontam como suspeito de lavagem de dinheiro e de ligações com a milícia carioca.

................

Novela Coaf

Um dos que votaram na comissão mista da MP da reforma administrativa para retirar o Coaf do Ministério da Justiça, o deputado Valtenir Pereira (MDB) disse que “estão fazendo tempestade em copo d’água” quanto ao assunto.

Papel

Valtenir acha que o Coaf vai continuar exercendo o seu papel de identificar as operações e movimentações financeiras suspeitas, “ajudando no combate à corrupção, porque ninguém tirou suas atribuições.”

Clientelista

O deputado é um dos 14 – o outro é Jayme Campos – que votaram no caso Coaf. Ele integra o Centrão, um conjunto de partidos sem orientação ideológica específica, mas clientelistas e de olho em benefícios do Governo.

Cofrinho

O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) garantiu o pagamento, no salário de maio, de 5,07% de Revisão Geral Anual (RGA) aos servidores ativos e inativos do Alencastro. EP diz que as ações estão nos limites da legislação fiscal.

Independentes

Segundo o site UOL, pelo menos cinco legendas articulam a formação de um bloco “independente” na Câmara Federal, distante do Centrão e sem participar do Governo Bolsonaro. O bloco reunirá 43 dos 513 deputados federais.

Sem discurso

O Podemos é um desses partidos. Os outros são Patriotas, Cidadania, PSC e PV. Resta saber qual será o destino do deputado José Medeiros, que, nessa sigla, é uma voz ativa e intransigente em defesa do Governo Bolsonaro.

No ar

Mauro Mendes costuma aproveitar atos públicos para lembrar um feito: trocou o jatinho por avião da carreira, nas viagens a Brasília. Segundo o governador, a despesa de um voo de em jatinho é de R$ 75 mil.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




17:03 Juiz prevê "prisão em massa" de membros do MPE
17:02 Os eternos donos do poder
17:02 Digital influencer
17:02 O STF e o combate ao crime organizado
17:01


17:01 Sinais de alerta na economia
17:00 Exposição em Paris transforma inteligência verde da floresta em arte
16:59 Gustavo Mioto planeja novo DVD no local de seu 1º show no Nordeste
16:59 Dupla sertaneja Diego e Victor Hugo tenta se firmar com músicas românticas
16:58 Número de discos vendidos por João Gilberto é nebuloso e trava processo milionário
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018