Terça feira, 21 de maio de 2019 Edição nº 15219 15/05/2019  










ÁGUAS CUIABÁAnterior | Índice | Próxima

Concessionária afirma que água atende padrões fixados pela Saúde

Da Reportagem

A Concessionária Águas Cuiabá garante que a água fornecida por meio da rede pública de saneamento da capital mato-grossense atende aos padrões de potabilidade fixados pelo Ministério da Saúde (MS). A garantia foi dada em função de um procedimento preparatório aberto pelo Ministério Público de Mato Grosso (MP-MT) para apurar a presença de 27 tipos de agrotóxicos na água fornecida pela rede pública da cidade.

Conforme divulgado anteontem pelo DIÁRIO, do total, 21 têm o uso proibido pela União Europeia e 11 deles estão associados a doenças crônicas como o câncer, defeitos congênitos e distúrbios endócrinos. “A concessionária realiza regularmente testes na água tratada distribuída no município, num total de mais de 600 mil análises por ano, com o rigor técnico indispensável à segurança ao consumo humano. Os testes são realizados em laboratórios internos e externos acreditados, conforme as normas vigentes no país. O conjunto de resultados comprova a qualidade da água produzida pela concessionária, imprimindo a confiabilidade necessária para que a água fornecida pela rede pública de abastecimento seja consumida”, afirmou a concessionária por meio de nota.

Ainda, conforme a Águas Cuiabá, todos os resultados dos testes efetuados em diferentes amostras captadas no sistema de tratamento, bem como os respectivos laudos técnicos, são inseridos no Sistema de Informação de Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano (Sisagua) e informados em reuniões periódicas com servidores da Vigilância Sanitária.

“A Águas Cuiabá mantém-se à disposição da 17ª Promotoria de Justiça de Defesa Ambiental, da Ordem Urbanística e do Patrimônio Cuiabá, do Ministério Público de Mato Grosso (MPE-MT), no papel legal de representante dos interesses da sociedade, para apresentar todas as informações a serem solicitadas pelo órgão acerca da qualidade da água distribuída no município”, frisou.

Conforme portaria do dia 10 de maio, instaurada pelo MP-MT, será expedido ofício à concessionária requisitando informações, no prazo de 10 dias úteis, acerca da contaminação e quais providências eventualmente estejam sendo tomadas para sanar a irregularidade e adequar o produto aos padrões de potabilidade. Além disso, a portaria designou para o dia 30 de maio, às 14h30, a oitiva do professor da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) Wanderlei Pignati Archives, doutor em Saúde Pública. A determinação do Ministério Público considera testes realizados pelo Ministério da Saúde entre os anos de 2014 e 2017, que apontaram a presença de 27 agrotóxicos na água que abastece as unidades residenciais localizadas na cidade.

Segundo o MP, para o Ministério da Saúde, a exposição humana a agrotóxicos representa um problema de saúde pública. Entre os pesticidas encontrados estão “Alaclor”, Atrazina, Carbendazim, Clordano, DDT+DDD+DDE, Diuron, Aldrin, Metolacloro, Molinato e Permetrina. Estes dois últimos apresentam evidências de carcinogenicidade e/ou potencial carcinogênico. Além de ter sido detectada a presença na água, o Aldrin foi encontrado em quantidade acima do permitido pelas normas concernentes a potabilidade do líquido.

Na lista consta ainda o Glifosato, cujo nível permitido pela legislação brasileira é 5 mil vezes maior do que o permitido em países europeus, de acordo com pesquisas realizadas no laboratório de Geografia Agrária da Universidade de São Paulo. Em Mato Grosso, o denominado “coquetel tóxico” foi localizado em 30 municípios. Além de Cuiabá, entre as capitais com contaminação múltipla estão Campo Grande, Curitiba, Florianópolis, Fortaleza, Manaus, Palmas, Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo, conforme informações da assessoria de imprensa do MPE.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




19:49 BOA DISSONANTE
19:48 Jayme vê chantagem do Governo Federal com Congresso
19:47 Por um urbanismo protagonista
19:47 Refletir sobre o turismo que queremos
19:47 Educação moral no seio familiar


19:46 Professor
19:45
19:45 Impessoalidade nas investigações
19:43 Novela tem a missão de recuperar audiência
19:41 Elton John agora na tela grande
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018