Domingo, 24 de março de 2019 Edição nº 15179 15/03/2019  










PALMEIRASAnterior | Índice | Próxima

Deyverson tem nova chance após polêmica

RAFAELA CARDOSO
Da Folhapress – São Paulo

O centroavante Deyverson ganhou mais uma chance no time do Palmeiras. Fora de combate durante 38 dias, em razão de um gancho de seis jogos no Paulista, o camisa 16 retornou à equipe na vitória sobre o Melgar, por 3 a 0, pela Libertadores.

O palmeirense promete estar mentalmente bem para não atrapalhar, mais uma vez, os planos da comissão técnica alviverde.

Apesar da desconfiança permanente, no Allianz Parque, Deyverson atuou bem. Além de marcar o gol que abriu caminho na goleada pelo torneio continental, o jogador também contribuiu bastante para o time, ganhando disputas pelo alto e recuperando algumas bolas.

"Agradeço ao Felipão, que me deu mais oportunidades, ao Palmeiras e aos meus companheiros, que me abraçaram. Sei que cometi erros, que não posso voltar atrás. É continuar trabalhando e me esforçando para não cometer os erros que cometi de forma grave. Sou um cara 220 [km] por hora e muitas vezes acabo errando, mas hoje pode ser um grande começo", desabafou o camisa 16.

Deyverson admitiu que passou por momentos difíceis em sua chegada ao clube, mas também disse estar grato aos torcedores que sempre o apoiaram.

"O pessoal [torcida] não me conhecia muito e me criticou bastante. Nunca vou entrar em atrito com torcedor, porque o torcedor é apaixonado, ama o Palmeiras e torce pelo jogador. A crítica é normal. Se não tiver, o futebol fica chato. Sempre vou dar a vida, independentemente de acertar ou errar", comentou o atleta.

O técnico Luiz Felipe Scolari, que sempre fez questão de proteger o jogador enquanto ele veste a camisa do time alviverde, admitiu que o avante é importante desde que tenha a "cabeça no lugar".

"Ele é bom jogador se tiver cabeça no lugar... Acho que depois que disse que ficaria aqui, ele pensou bastante e resolveu que é assim. É só trabalhar com ele normalmente", falou o gaúcho.

"Todos conhecem o Deyverson. Quando chegamos aqui, ele nem podia andar na rua. Era escorraçado. Ele tem qualidades e virtudes que algumas pessoas reconhecem. A colocação dele em campo foi normal, simples, foi apenas solicitado que não tivesse uma atitude que nos colocasse em situação errada perante à torcida e aos adversários", afirmou Felipão.

BOA SEQUÊNCIA

Em pouco tempo de casa, Ricardo Goulart tem se tornado cada vez mais fundamental para o melhor desempenho da equipe comandada por Felipão. A importância do camisa 11 é nítida a cada jogo que passa.

No último, pela Libertadores, o meia-atacante não só marcou o segundo gol do Palmeiras como também deu assistência para Deyverson fazer o terceiro e fechar a goleada. O que chamou a atenção no lance foi o passe preciso de Goulart, que tocou de primeira para o companheiro sair na cara do goleiro.

"Estou muito feliz pelo resultado positivo. Hoje [terça] consegui imprimir um ritmo que fiz em anos passados. Estou muito feliz pelo meu desempenho. Agora é trabalhar e aumentar essa dinâmica. Cada jogo tem sua história, tem um esforço para ser exigido. Estou em uma porcentagem de 85%, falta um pouco de ritmo de jogo", disse o camisa 11.

Em apenas cinco jogos pelo clube paulista, Goulart já fez três gols e divide a artilharia do time com Borja.

"Estou sendo abençoado com esses gols. Sempre me dediquei. O gol é o que vale na partida. Considero a melhor partida desde que cheguei [contra o Melgar, do Peru]. Isso é o treinamento que a gente vem fazendo, o entrosamento com os companheiros. É importante estar entrosando com a equipe."

Goulart também elogiou o técnico Felipão, com quem já havia trabalhado no Guangzhou Evergrande, da China, de 2015 a 2017.

"É uma honra trabalhar com ele. Todos têm a confiança dele. É um grupo qualificado, todos respeitam a pessoa que ele é."



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




17:52 Múltiplas tragédias, uma causa!
17:42 Deputado de MT cobra urgência na análise do FEX
17:41 Wilson Santos e Ricardo Saad disputam comando do PSDB
17:41 Botelho acredita que pedido de empréstimo do governo passará na AL
17:41 Mauro acerta com bancada federal destino de recursos


17:13 Cuiabá rumo aos 300 anos
17:12 Não se pode negar a diferença
17:12 Twitter e imprensa
17:11 Temer na cadeia
17:09
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018