Sexta feira, 22 de março de 2019 Edição nº 15178 14/03/2019  










CALAMIDADE FINANCEIRAAnterior | Índice | Próxima

Governo do Estado fecha o mês de fevereiro com déficit de R$ 118 milhões

KAMILA ARRUDA
Da Reportagem

Assim como já era previsto, Mato Grosso fechou o mês de fevereiro com um déficit de R$ 118 milhões. O valor é a somatória de tudo que foi arrecadado, o que foi pago e as despesas não pagas no segundo mês do ano.

No total, foram arrecadados R$ 1.419.675.828 além do somatório de R$ 46.808.833, que refere-se ao saldo da Conta Única em primeiro de fevereiro. Deste montante, foi utilizado R$ 298.300.799 para o pagamento dos servidores ativos, e mais R$ 224.554.975 dos inativos.

Somente com repasses obrigatórios aos Poderes, referente ao duodécimo, o valor foi de R$ 207.144.186. Conforme prevê a lei, ao Tribunal de Justiça foi destinada a quantia de R$ 92.715.264; à Assembleia Legislativa o valor foi de R$ 40.291.684; ao Ministério Público R$ 34.216.166; para o Tribunal de Contas do Estado o valor foi de R$ 29.398.705 e para a Defensoria Pública o repasse foi de R$ 10.522.367.

Para as 141 prefeituras de Mato Grosso, no mês de fevereiro, o valor repassado foi de R$ 270.296.06.

A Educação recebeu de recurso referente ao Fundeb a quantia de R$ 136.287.298, além de R$ 18.838.634 também de repasse obrigatório.

À Saúde foi destinada a quantia de R$ 52.053.447 e para o custeio das secretarias de Estado o valor foi de R$ 132.275.596.

O Estado também fez o pagamento de dívidas bancárias na quantia de R$ 53.872.324. Além desses valores foi bloqueado judicialmente a quantia de R$ 6,5 milhões e para as contas especiais (Fundo Estadual de Equilíbrio Fiscal de Mato Grosso, Mato Grosso Saúde e MT Prev) foi repassado o valor de R$ 11.058.476.

Ainda cumprindo os repasses obrigatórios, o Estado repassou ao Fabov (Fundo de Apoio a Bovinocultura de Corte), Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal), Cipem (Centro das Indústrias Produtoras e Exportadoras de Madeira do Estado de Mato Grosso) e Detran a quantia de R$ 4.159.556.

O déficit registrado em fevereiro, entretanto, é inferior ao de janeiro, quando o Estado fechou o mês com $ 206.245.328 milhões em despesas não pagas.

Em janeiro, Mato Grosso registrou uma arrecadação de algo em torno de R$ 1,3 bilhão. Em contrapartida, foram gastos R$ 563.881.106 milhões com pagamento da folha salarial de dezembro, R$ 672.318.188 milhões com repasses obrigatórios, R$ 51.307.467 milhões com o custeio das 15 secretarias, R$ 7.686.747 milhões referente a bloqueios judiciais, R$ 28.136.805 milhões com pagamento de dívidas com bancos, e apenas R$ 456.042 mil em investimentos.

Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




17:52 Múltiplas tragédias, uma causa!
17:42 Deputado de MT cobra urgência na análise do FEX
17:41 Wilson Santos e Ricardo Saad disputam comando do PSDB
17:41 Botelho acredita que pedido de empréstimo do governo passará na AL
17:41 Mauro acerta com bancada federal destino de recursos


17:13 Cuiabá rumo aos 300 anos
17:12 Não se pode negar a diferença
17:12 Twitter e imprensa
17:11 Temer na cadeia
17:09
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018