Sexta feira, 22 de março de 2019 Edição nº 15178 14/03/2019  










Anterior | Índice | Próxima

'Fechamos a porta com um armário até o barulho de tiro passar', diz professor de escola atacada

ANGELA PINHO
Da Folhapress - São Paulo

"A gente se sente impotente vendo colegas caindo sangrando sem poder fazer nada", diz o professor Paulo da Silva, 60, que estava na Escola Estadual Prof. Raul Brasil, em Suzano (Grande SP), no momento em que atiradores entraram no local e mataram ao menos oito pessoas.

Entre as vítimas estão cinco estudantes, duas funcionárias e o dono de uma locadora de carro próxima ao local. Os atiradores são ex-alunos da instituição e também se mataram.

Os disparos foram feitos por volta de 9h30 desta quarta-feira (13), no intervalo entre as aulas.

"Foi desesperador", lembra Silva, que atuava junto à coordenação pedagógica desde 2017 após um período afastado da rede por problemas de depressão.

"Os alunos estavam indo para o pátio, e eu para a sala dos professores, quando o barulho começou. Quando vi que era tiro, corri para a sala e gritei para todo mundo: 'entra, entra!'", relata.

A essa altura, conta, ele já sabia que a coordenadora pedagógica Marilena Umezu, 59, sua parceira de trabalho, havia sido atingida.

"Fechamos a porta com um armário até o barulho de tiro passar, e eu fiquei na janela", lembra. Ele conta que muitos ligavam para a polícia, mas se desesperavam com o sistema eletrônico de resposta do telefonema. Oito minutos depois, porém, os agentes chegaram ao local.

"Quando vi a polícia chegando, saí para ver se podia ajudar, mas as vítimas já estavam em óbito", diz. Segundo ele, muitos alunos estavam desesperados, haviam perdido o celular e não conseguiam ligar para a casa. Em pânico, alguns não lembravam o número de casa para avisar os pais. "O sentimento de impotência é enorme", repetia.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




17:52 Múltiplas tragédias, uma causa!
17:42 Deputado de MT cobra urgência na análise do FEX
17:41 Wilson Santos e Ricardo Saad disputam comando do PSDB
17:41 Botelho acredita que pedido de empréstimo do governo passará na AL
17:41 Mauro acerta com bancada federal destino de recursos


17:13 Cuiabá rumo aos 300 anos
17:12 Não se pode negar a diferença
17:12 Twitter e imprensa
17:11 Temer na cadeia
17:09
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018