Domingo, 26 de maio de 2019 Edição nº 15203 19/04/2019  










SAÚDEAnterior | Índice | Próxima

Cuiabá abre semana de vacinação das Américas

Da Reportagem

Cuiabá sediará o lançamento da 17ª Semana de Vacinação das Américas, evento organizado pelo Ministério da Saúde (MS) em parceria com a Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) e Organização Mundial de Saúde (OMS). A solenidade está marcada para esta segunda-feira (22) e contará com a presença do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, da diretora da Opas/OMS, Carissa Etienne.

A realização do lançamento em Cuiabá foi sugerida pelo secretário de Estado de Saúde (Ses), Gilberto Figueiredo durante recente encontro do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass). “Cuiabá abriga as coordenadas do Centro Geodésico da América do Sul, descobertas por Marechal Rondon e confirmadas pelo Exército Brasileiro. Por isso, o Governo do Estado estendeu esse convite ao Ministério da Saúde, que felizmente foi aceito”, disse. Também está prevista a presença do governador Mauro Mendes.

A semana segue até o próximo dia 27. O evento oportuniza o debate de questões sensíveis para o âmbito da Saúde nas Américas, logo, contemplará assuntos técnicos e de relevância para todos os continentes envolvidos. “É uma ocasião essencialmente importante para o calendário nacional e internacional de Saúde, creio que será muito positivo para Mato Grosso”, avaliou o secretário estadual.

As discussões ocorrerão conjuntamente à 8ª Semana Mundial de Imunização. Em Mato Grosso, a campanha nacional de vacinação de 2019 foi lançada no dia 10 de abril e, de acordo com dados da Ses-MT, a meta desta edição é vacinar 847.137 pessoas integrantes dos grupos prioritários no Estado.

Além de contemplar os indivíduos com mais de 60 anos de idade, a campanha ofertará vacinas para todos os cidadãos que integram os seguintes grupos prioritários: crianças com faixa-etária entre seis meses e com menos de seis anos, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), trabalhadores da saúde, professores das escolas públicas e privadas, povos indígenas, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, jovens de 12 a 21 anos de idade que cumprem medidas socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

Durante o período de vacinação, ainda haverá a atualização do cartão vacinal; a possibilidade é uma forma estratégica de mobilizar os municípios a atingir o nível de cobertura vacinal desejável.

Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




19:46 BOA DISSONANTE
19:45 Professores aprovam greve a partir de segunda
19:42 Educadores e a reforma da previdência
19:41 Vitória da sensatez
19:41 Um SIM à adoção


19:40 O Traidor concorre à Palma de Ouro com comentário político e retrato da máfia
19:40
19:39 Lucy Alves prepara disco mais autoral, dançante e com rifs eletrônicos
19:38 Jeza da Pedra prepara disco com crônicas musicais do Rio
19:37 Malcom terá noite sinfônica neste sábado
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018