Quarta feira, 20 de fevereiro de 2019 Edição nº 15159 13/02/2019  










BANGUAnterior | Índice | Próxima

Atletas são hospitalizados após incêndio em alojamento

Da Uol/Folhapress – São Paulo

Dois jogadores do Bangu e um soldado acabaram hospitalizados, na segunda-feira, depois de um incêndio ocorrido no alojamento da Comissão de Desportos da Aeronáutica, no Campo dos Afonsos, Rio de Janeiro.

O estado dos hospitalizados não preocupa. Os dois atletas, que pertencem ao time de juniores, seriam liberados ainda nesta segunda.

De acordo com Alfredo Sampaio, técnico do time profissional do Bangu, um dos jogadores internados, que tem bronquite, permanece em observação. O outro atleta se encontra em melhor quadro.

Em nota, a Aeronáutica confirmou que ambos estão "estáveis" e sem qualquer perigo. "Dois dos atletas recebem atendimento médico no Hospital de Aeronáutica dos Afonsos (HAAF) e encontram-se estáveis. O princípio de incêndio foi prontamente controlado. As causas do incidente serão investigadas", informou.

Todos os jogadores do Bangu que estavam no alojamento na hora do ocorrido vão passar por exames. O processo é uma determinação médica por precaução; nenhum deles, no entanto, ficará hospitalizado.

O incêndio nas instalações da Aeronáutica ocorre menos de uma semana após a tragédia no CT Ninho do Urubu, do Flamengo. Dez meninos das categorias de base, instalados em uma estrutura temporária no moderno espaço de treinos da equipe rubro-negra, morreram na última sexta-feira.

SÃO PAULO

O Ministério Público do Estado de São Paulo instaurou um inquérito civil para apurar alojamentos mantidos por clubes esportivos na cidade de São Paulo.

O inquérito foi motivado pelo incêndio que vitimou dez atletas das categorias de base do Flamengo na última sexta-feira, no Rio de Janeiro.

Por meio da Promotoria de Habitação e Urbanismo da Capital, o MP irá investigar se esses alojamentos contam com auto de vistoria do Corpo de Bombeiros e autorização do poder público municipal, com o intuito "de prevenir futuros acontecimentos semelhantes".

O órgão enviou ofícios inicialmente a Portuguesa, São Paulo, Palmeiras e Corinthians. Esses clubes terão de apresentar a documentação de seus alojamentos e estruturas que abrigam atletas das categorias de base.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




23:33 Lava Jato dribla Gilmar Mendes
23:32 Bolsonaro gravou vídeo e fala em 'saída honrosa'
23:31 Presidente da CNI é preso pela PF
23:30 Bolsonaro assina pacote anticrime de Moro
23:28


23:25 Marta vai se dedicar mais à família
23:24 Everton desfalca por duas semanas
23:24 Meia-atacante Ricardo Goulart mostra versatilidade
23:23 Em tratamento, Jadson desfalca Corinthians
23:22 Piores de SP apostaram em veteranos e se deram mal
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018