Sábado, 17 de agosto de 2019 Edição nº 15158   










Anterior | Índice | Próxima



Covil

Do deputado Wilson Santos (PSDB) sobre a CPI da Sonegação, cuja proposta ele apresenta nesta terça-feira, na Assembleia: “Nós vamos mexer com gente poderosa, com gente grossa. Com gente que sonega, e que sonega grosso”.

Perigo

À Rádio Vila Real FM, ontem, WS alertou que a investigação a ser feita por essa CPI é “perigosa”, considerando que mexe com interesses financeiros. Segundo o tucano, já chega a R$ 2 bilhões o montante da sonegação em MT.

Campeão

A proposta é investigar a sonegação e a renúncia fiscal. WS já contabiliza nove assinaturas no requerimento. O deputado disse ter a informação de que, no setor de combustíveis, a sonegação chega a R$ 100 milhões/ano.

Cara-pálida

Depois da Funai, é a vez do Conselho Indigenista Missionário (Cimi) apontar o dedo para o deputado federal Nelson Barbudo (PSL) e acusá-lo de incentivar posseiros a invadirem área indígena xavante, em Mato Grosso.

Encrenca

Barbudo nega. Mas, o que complica sua situação é um vídeo que ele mesmo divulgou, nas redes sociais, afirmando que a retirada dos invasores da Terra Indígena Marãiwatsédé, no Xingu, determinada pelo STF, foi “um crime”.

Via 2020

Apesar de cotado para ocupar o TCE, o promotor Mauro Zaque seria, por assim dizer, o nome dos sonhos do PDT para disputar a sucessão do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), em 2020. Pelo menos, é o que informa o site FolhaMax.

Convite

Segundo a informação, a tendência é que Zaque entre de vez na política como candidato ao Palácio Alencastro. Ele teria sido sondado pelo vice-governador Otaviano Pivetta, com um convite para assinar a ficha do PDT.

Testemunhas

Os jogos do Campeonato Estadual de Futebol, em Mato Grosso, são puros caça-níqueis. A partida CEOV 1 x 0 Araguaia, no domingo (10), na Arena Pantanal, teve apenas 113 torcedores. Deve ter dado até sono...

Critérios

Em nota, a associação que reúne membros de Tribunais de Contas, a Atricon, informa que honestidade e idoneidade são dois dos principais critérios que se exigem do cidadão que quer ser conselheiro do TCE.

Inflação

Com as raríssimas exceções de praxe, entre alguns candidatos à vaga de Humberto Bosaipo, é bem difícil encontrar quem reúna tais critérios. Ontem, a AL definiu o rito: cada um dos 24 deputados pode indicar um candidato.

...............



A cara de Mato Grosso

“(...) Faz-se necessário romper com o estigma de que vagas de conselheiro no Tribunal de Contas sejam de político cansado ou preguiçoso, que quer ter poder, mas não quer ter que, daqui a quatro anos, gastar sola de sapato pedindo votos. Não se iludam: o Brasil está nos observando. O povo está vigilante pelas redes sociais e os tribunais superiores observarão se Mato Grosso é um Estado que pode ser levado a sério”. Do jornalista Rodrigo Rodrigues, em artigo, defendendo um nome do MPE para o TCE-MT.



...............

Cabo eleitoral

Empresário e ex-secretário de Desenvolvimento Econômico, Carlos Avalone (PSDB) é quem mais torce para que Guilherme Maluf (PSDB) vá para o TCE. Na condição de suplente, ele assumiria a vaga na Assembleia.

Rápido...

Nas redes sociais, o ex-deputado Victório Galli (PSL) está cada vez mais ativo, em pré-campanha pela Prefeitura de Cuiabá. Mantém ligação direta com líderes comunitários, com ações que seriam atribuições de vereadores.

...no gatilho

No comando da Executiva Municipal do PSL, Galli quer que seu partido saia na frente, na disputa pelo Palácio Alencastro. O ex-deputado deve ter o apoio da cúpula, representada pelo deputado Barbudo e a senadora Selma Arruda.

Líder de JB

Não é certo que o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), apoie o nome do mato-grossense Wellington Fagundes (PR) para ser o líder do Governo Jair Bolsonaro (PSL), conforme o senador fez divulgar, na semana passada.

Negócios

O que se sabe é que Alcolumbre negocia com o chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, para emplacar Fernando Bezerra (MDB-PE) na função. Tasso Jereissati (PSDB-CE) e Esperidião Amin (DEM-SC) são outros nomes colocados.

Mulheres

Graças à articulação da primeira-dama Virgínia Mendes, o Governo do Estado será parceiro da Academia Mato-grossense de Letras, na realização da “Mostra Cultural 300 Mulheres: Letras, História e Equidade”, no dia 14 de março, na AML.



Eclética

Virginia será uma das homenageadas pelo seu papel mobilizador e pelas ações sociais em Cuiabá, como empresária, economista e, agora, pela sua disposição de trabalhar pelo desenvolvimento social de MT, mesmo sem cargo público.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




17:03 Juiz prevê "prisão em massa" de membros do MPE
17:02 Os eternos donos do poder
17:02 Digital influencer
17:02 O STF e o combate ao crime organizado
17:01


17:01 Sinais de alerta na economia
17:00 Exposição em Paris transforma inteligência verde da floresta em arte
16:59 Gustavo Mioto planeja novo DVD no local de seu 1º show no Nordeste
16:59 Dupla sertaneja Diego e Victor Hugo tenta se firmar com músicas românticas
16:58 Número de discos vendidos por João Gilberto é nebuloso e trava processo milionário
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018