Quarta feira, 24 de abril de 2019 Edição nº 15157 09/02/2019  










Anterior | Índice | Próxima

STF avalia liberar redução de carga horária e salários em Mato Grosso

Parabéns aos servidores públicos do estado de Mato Grosso que votaram em Mauro Mendes. Eu avisei alguns amigos, mas esses não quiseram me escutar. Falei em alto em bom som que um candidato que anda de mãos dadas com Pivetta, bom sujeito não era. Agora, Inês é morta... Só lembrando que para a Assembleia e Judiciário, as coisas continuam na mesma, sendo que em algumas áreas até melhoraram.

ALEX ARAMIS, Cuiabá/MT

Professores param dia 12 e podem deflagrar greve

As polícias Civil e Militar, agentes penitenciários, médicos, professores da UNEMAT, peritos, também, caminham para greve. O Estado vai parar e o mala do governador Mauro ‘Mente’, sentirá na pele a importância dos servidores públicos.

PAULO AGUIAR, Cuiabá/MT

Por que estamos aqui?

"Quanta beleza existe no caminho daquele que pratica o bem..." O artigo do Mestre Padilha foi a melhor coisa que eu li nos últimos tempos. Verdadeira lição de vida a todos nós!

LOURIVAL ALVES VIEIRA, Servidor público federal, Cuiabá/MT

Sefaz vai intensificar combate a sonegadores

Mas isso que o Secretário está comentando como se fosse uma grande descoberta e ele disse que houve investimentos pesados em tecnologia. Todas as pessoas de MT que tenha mais que dois neurônios sabem disso. Simulação de exportação para não recolher ICMS, isso é mais velho que a Lei Kandir. Isso vem provar a falta de competência da Sefaz, que não conseguia ver isso há tanto tempo. Se colocar na ponta do lápis as exportações de soja de Mato Grosso deve ser muito superior à produção do Estado e só o governo ou desgoverno não via isso.

JOSE RIBEIRO DA SILVA, Consultor e Gestor de Treinamento, Cuiabá/MT

itde1@uol.com.br

Quase 14 mil estrangeiros residem em MT

É lamentável. Não conseguimos administrar nosso povo e nos empurram populações estrangeiras, que, é claro, devem receber atendimento dos poderes públicos. Só um governo nacional, de fato, para cuidar dos brasileiros. Devemos pensar no que significa essa abertura de fronteiras. Entra de tudo no nosso território, desde gente que precisa de amparo até mercenários internacionais. Cada povo tem o governo que merece. Os que chegam, mais ainda. Não conseguiram lutar pelo seu território e mudam para ver o que acontece. O mais importante dessa historia é que a conta quem paga somos sempre nós. Depois fica a dizer que não tem dinheiro nos orçamentos públicos para atender o nosso trabalhador. Votou errado, agora aguentem o tranco.

ACIR CARLOS OCHOVE, Cuiabá/MT

ochove@terra.com.br

Mato Grosso registra 530 denúncias de corrupção

Realmente o portal melhorou bastante neste governo, pena que os cidadãos brasileiros acessam apenas a remuneração dos servidores.

JOÃO PROCÓPIO, Cuiabá/MT

Eduardo Mahon conversa com o intelectual João Antônio Neto

Parabéns pela entrevista, balanço histórico da Academia Mato-grossense de Letras, mas não citou movimento literária feminino, liderada por Maria Muller, segundo esse movimento foi recolhido nacionalmente. Rubens de Mendonça e Lenine Póvoas, não foram citados. Conheço escritor e poeta, Antônio Neto, frequentava feira da Boa Morte, com simplicidade, e dava atenção a todos, poeta do povo. Chegar Centenário, é coroamento pra poucos, lúcido e jovial, aplauso sem parar!

HÉLIO AUGUSTO GOMES, Ambientalista, Cuiabá/MT

fiscaldolixo@gmail.com



Adesivos pedem

volta de Taques

Deus é mais... O que está acontecendo agora é por culpa dos Governos passados, não tem nem mês que Mauro Mendes entrou e já querem que ele faça milagre, o Estado está com dividas... Eu Hein, Pedro Taques ajudou afundar mais ainda, principalmente por sua arrogância, e má gestão.

CAROLINE AQUINO, Cuiabá/MT

PRF apreende mais de 200 kg de pescado

Se as autoridades tivessem o cuidado de cruzar os dados desses predadores, com certeza descobririam que a grande maioria recebe o seguro desemprego que é pago aos pescadores, justamente para que não cometam esse crime, simples assim! Pior ainda os que não pescam durante a piracema, também em grande parte não merecem o tal seguro pelo simples fato de não exercerem a função que lhe dá o direito, ou seja, não são pescadores, na verdade são pessoas de má fé que se aproveitam do paternalismo governamental, assim sendo que tal passar um pente fino nesse benefício? Por que não confrontam os pegos com pescado ilegal com aqueles que recebem o seguro defeso e depois cancelam o pagamento daqueles que forem pegos pescando ilegalmente mesmo recebendo para não agir dessa forma. Tenho a plena certeza que o estado pagaria menos e os nossos rios teriam menos predadores!

LEANDRO PINTO DE OLIVEIRA FILHO, Marceneiro, Cuiabá/MT

leandropintofilho@hotmail.com

STF revoga liminar e "destrava" vaga no TCE de MT

TCE casa de faz de conta com pessoas com super salários. Nunca vai mudar enquanto vagas de conselheiros for de indicação.

FELIPE IURI MARTINS, Cuiabá/MT



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




19:43 Jaime, Piveta e Bezerra não apoiam Fávaro
19:42 Logística do agro
19:41 Na contramão do “diálogo”
19:41 Tudo parecia ser mais fácil
19:40


19:40 Reforma com transparência
19:39 Odair José manda ver em discão de rock clássico e psicodélico
19:36 Vingadores: Ultimato ocupa 80% das salas do Brasil e reacende polêmica
19:35 Vingadores: Ultimato é o filme mais chato de 2019
19:34 Brasil emplaca drama adolescente e terror em mostra paralela de Cannes
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018