Quinta feira, 22 de agosto de 2019 Edição nº 15140 17/01/2019  










VASCOAnterior | Índice | Próxima

Meta com vendas é atingida e time prioriza dívidas

Da Uol/Folhapress – Rio

O Vasco já conseguiu atingir um terço de sua meta de R$ 30 milhões com vendas de jogadores, prevista em orçamento para 2019, somente nesta janela de transferências.

Em dezembro de 2018, o clube negociou Desábato para o Cerezo Osaka (JAP) por cerca de R$ 3 milhões e, nesta terça-feira, acertou a ida em definitivo de Evander para o Midtjylland (DIN) por cerca de R$ 8,5 milhões.

A verba, que será utilizada para o pagamento de dívidas, acabou surgindo de jogadores que não estavam entre os mais cotados para se obter retorno por agora. Yago Pikachu e Andrey eram os mais badalados e nutriam expectativa de boas propostas, mas tiveram somente sondagens e seguem no elenco.

SONDAGEM

Pikachu foi sondado por clubes do Brasil, dos Estados Unidos e do Japão, mas nenhuma oferta oficial chegou à mesa do Vasco. A mesma situação que ocorreu com o jovem volante Andrey, que tem sido monitorado por equipes europeias. A curto prazo, a dupla é a principal aposta de obtenção de um montante considerável.

O bom desempenho da equipe sub-20 na Copa São Paulo de Futebol Júnior, porém, já faz o time cruzmaltino vislumbrar um horizonte lucrativo. Ao menos cinco jogadores estão em destaque e podem ser aproveitados pelo técnico Alberto Valentim ao longo da temporada.

RECURSOS

O Vasco tem utilizado os recursos obtidos com as vendas de Desábato e Evander para o pagamento de salários atrasados. Recentemente, o clube quitou novembro de 2018 e agora deve 13º e férias. Pelo acordo no clube, dezembro só irá vencer no próximo dia 20 de janeiro.

O clube ainda tem pendências do fim de 2017 com jogadores e funcionários remanescentes daquele período, quando o Vasco ainda era gerido pelo presidente Eurico Miranda.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




19:18 Saúde e Segurança mostram dificuldades
18:49 Maggi critica Governo Bolsonaro
18:49 BOA DISSONANTE
18:48 O ônibus, o sequestro e a segurança
18:47 Reflexões da vida


18:47 Um espetáculo atrás do outro
18:47 A complexidade do saneamento
18:46
18:46 Ingerências preocupantes
18:45 Biógrafo de Roberto Marinho terá que devolver R$ 200 mil à Companhia das Letras
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018