Quarta feira, 26 de junho de 2019 Edição nº 15137 12/01/2019  










CONVERSAAnterior | Índice | Próxima

Mauro se reúne na segunda com novos deputados

KAMILA ARRUDA
Da Reportagem

Assim como fez com os deputados estaduais desta legislatura, o governador Mauro Mendes (DEM) se reúne na próxima segunda-feira (14) com os parlamentares eleitos em outubro passado, que assumem uma cadeira na Assembleia Legislativa em 1º de fevereiro.

O encontro será realizado a pedido do atual presidente da Casa de Leis, deputado Eduardo Botelho (DEM), que tenta viabilizar o seu nome para permanecer à frente do Parlamento Estadual na próxima legislatura.

A intenção é garantir o apoio dos parlamentares, tendo em vistas as medidas que Mendes vem tomando visando garantir o equilíbrio fiscal das contas públicas.

Além do mais, tramita na Assembleia Legislativa quatro projetos de leis que podem não ser apreciados até 31 deste mês, uma vez que são mensagens polêmicas que podem vir a gerar embates com o funcionalismo públicos, com os demais poderes constituídos, e ainda com o setor do agronegócio.

Botelho afirma que irá elaborar um calendário com o intuito de garantir a aprovação das propostas ainda este mês. Isto porque, o governador espera que as medidas já gerem frutos no próximo mês.

Trata-se da reforma administrativa, a reformulação do Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab), a regulamentação da Lei de Responsabilidade Fiscal no âmbito do Estado, e ainda uma alteração na lei que trata sobre a Revisão Geral Anual (RGA) dos servidores públicos do Executivo.

Conforme Mendes, os projetos visam gerar economia e ainda aumentar a arrecadação do Estado nos próximos anos. “O líder do governo já pediu dispensa de pauta e as dispensas já foram aprovadas. Então, os projetos passam a ter um prosseguimento mais rápido dentro da Casa. Já foram encaminhados para a primeira análise das comissões e eu vou fazer um calendário de votações para que nós consigamos aprovar ainda este amo. Este será o grande esforço que nós vamos fazer. O estado não pode ficar sem mais um mês de arrecadação do fethab, e a reforma administrativa e muito importante. Então, temos que aprovar para dar prosseguimento a este plano”, finalizou Botelho.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




18:50 BOA DISSONANTE
18:49 "Pacote" de ajustes de Mauro economizará R$ 900 milhões em 4 anos em MT
18:48 De seguir a perseguir
18:48 Desse mato não sai coelho
18:48 Política e a crise


18:47 Polêmicas inúteis
18:47 Investigação materna
18:46
18:45 Famosos que sumiram com o tempo
18:45 Crime e Castigo prova que a fé não nos deixa incapazes de pensar
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018