Sexta feira, 18 de janeiro de 2019 Edição nº 15137 12/01/2019  










COMBUSTÍVEISAnterior | Índice | Próxima

Preço do etanol foi o que mais variou em MT

Conforme levantamento da Vale Card o biocombustível foi encontrado em dezembro por valores entre R$ 2,20 a R$ 3,93, o que gerou uma diferença de 78,6%

MARIANNA PERES
Da Reportagem

O preço do litro do etanol hidratado foi o que mais variou nos postos mato-grossenses no mês passado, ultrapassando 78%. Levantamento da ValeCard, empresa especializada em soluções de gestão de frotas, revela que o biocombustível foi encontrado em dezembro por valores entre R$ 2,20 a R$ 3,93, o que gerou uma diferença de 78,6%.

Na gasolina comum a variação foi de 59,7%, com o valore de bomba saindo de R$ 3,58 a R$ 5,72. A gasolina aditivada teve valores de R$ 4,29 a R$ 5,00, uma diferença de 16,5%.

Depois de uma perceptiva queda nos valores do combustível em novembro, o preço da gasolina comum se manteve estável durante o último mês de 2018. Enquanto novembro registrou preços entre R$ 3,39 e R$ 7,29 o litro – representando uma oscilação de 115% –, dezembro teve uma variação de 124%. Os postos credenciados à marca espalhados pelo Brasil apresentaram, no último mês, preços que iam de R$ 3,19 a R$ 7,15 por litro.

No caso da gasolina aditivada, a pesquisa da ValeCard mostrou uma queda na variação de preços: de 75,2%, passou a 68,7% em dezembro, com valores que iam de R$ 3,49 a R$ 5,89 o litro. Além disso, o etanol comum pôde ser encontrado, durante o mês, com valores que iam de R$ 2,12 até 4,79 o litro, o que representa uma oscilação de 126%, enquanto o etanol aditivado variou 83,6% - com preços entre R$ 2,39 e R$ 4,39.

Mas como saber se está valendo mais a pena abastecer com gasolina ou etanol? Adriano Gomes, professor de Administração da ESPM e Sócio-Diretor da Méthode Consultoria, explica que o cálculo é simples. "Basta dividir o preço do litro de etanol pelo preço da gasolina. O resultado indiferente é 0,70. Se for inferior a 0,70, opte pelo etanol. Se maior, a melhor opção é a gasolina."

O levantamento da ValeCard é feito por meio do registro das transações realizadas com o cartão de abastecimento da própria empresa em postos credenciados por todo o País.

Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




18:07 Rodrigo Maia vem hoje a Cuiabá para discutir o FEX
18:06 Decreto indica prioridade dos pagamentos
18:04 Mauro Mendes decreta calamidade financeira
18:02 Revogada prisão de empresária que atropelou e matou jovem
18:01 Ex-jogador do União morre em acidente de trânsito


18:01 Mais de 160 agentes passam a atuar em unidades de MT
17:59 MT regista mais 39,7 mil casos de violência contra mulher em 2018
17:59 Preso trio envolvido em latrocínio no Consil
17:57 Após facilitar posse de arma, Bolsonaro prevê viabilizar porte a passos lentos
17:55 Pivetta defende pacote de Mauro
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018