Sexta feira, 18 de janeiro de 2019 Edição nº 15136 11/01/2019  










Anterior | Índice | Próxima

Possível greve não muda proposta para servidores, diz Mauro

Da Reportagem

O governador Mauro Mendes (DEM) garante que, a possibilidade de greve por parte dos servidores públicos não irá mudar a proposta apresentada por ele sobre a folha de pagamento e ao décimo terceiro remanescente. O democrata afirmou que optou por escalonar o salário do funcionalismo público referente ao mês de dezembro por não encontrar outra alternativa.

“Eu sou uma pessoa muito pratica, eu só faço algo se aquilo for dar resultado. Não é porque eu sou mauzinho, ou porque eu não quero, não tem dinheiro para pagar. Só foi feito isso, porque era a única maneira de

fazer com que o cenário apresentado até o momento para os servidores públicos mude.

“Se greve resolvesse o problema do Estado, eu sou o primeiro que vou entrar em greve, e vou convidar todo mundo a entrar em greve, porque aí em dois ou três meses não tem mais problema nenhum em Mato Grosso. Acontece que a greve não resolve problema, ela vai piorar muito mais o problema do Estado. Tenho certeza que o servidor conhece esses números, apresentamos a eles, vamos continuar apresentando, pois nós temos o dever de dar informações”, rebateu.

As declarações do governador fazem referência ao posicionamento do Fórum Sindical que nesta quarta-feira (09) indicou aos sindicatos que façam uma greve geral, a partir de fevereiro, caso a política de pagamento de salários pendentes não se altere.

Isto porque, a entidade, que representa sindicados do funcionalismo público do Estado, não aceita o cronograma de escalonamento dos salários do funcionalismo apresentado pelo Governo do Estado na última semana.

Os salários são relativos à folha de dezembro do ano passado, que só será quitada integralmente no dia 30 de janeiro. O pagamento do 13ª dos aniversariantes de novembro e dezembro, além dos servidores comissionados, também foi dividido em quatro parcelas, cujo pagamento será concluído em abril.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




18:07 Rodrigo Maia vem hoje a Cuiabá para discutir o FEX
18:06 Decreto indica prioridade dos pagamentos
18:04 Mauro Mendes decreta calamidade financeira
18:02 Revogada prisão de empresária que atropelou e matou jovem
18:01 Ex-jogador do União morre em acidente de trânsito


18:01 Mais de 160 agentes passam a atuar em unidades de MT
17:59 MT regista mais 39,7 mil casos de violência contra mulher em 2018
17:59 Preso trio envolvido em latrocínio no Consil
17:57 Após facilitar posse de arma, Bolsonaro prevê viabilizar porte a passos lentos
17:55 Pivetta defende pacote de Mauro
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018