Quarta feira, 12 de dezembro de 2018 Edição nº 15115 07/12/2018  










FELIPE MELO Anterior | Índice | Próxima

Jogador quer títulos e descarta seleção

O volante, que projeta um ano de briga por títulos em 2019, falou do interesse do futebol chinês por Dudu, destaque da campanha verde no Brasileiro

ARQUIVO
"Acho que mais uns três aninhos eu vou jogar ainda. Do jeito que está aí, acho que dá para dar mais umas mordidas", disse Felipe
TONI ASSIS
Da Folhapress – São Paulo

O final de ano em alta com a torcida do Palmeiras, chancelado pela conquista do título do Campeonato Brasileiro sob a batuta de Luiz Felipe Scolari, trouxe à tona o estilo de declarações polêmicas de Felipe Melo, 35 anos.

O jogador pôs fim ao seu ciclo na seleção brasileira ao ser perguntado sobre a Copa América do ano que vem, a ser realizada no Brasil. "Seleção brasileira já passou, amigo. Acabou. Não penso mais em seleção. O meu pensamento agora é no Palmeiras", respondeu num tom imperativo.

Mas se Felipe Melo pendurou as chuteiras na seleção, sua trajetória no futebol ainda vai durar mais um tempinho, assim como a busca por títulos. Pelo menos é o que quer o camisa 30.

"Acho que mais uns três aninhos eu vou jogar ainda. Do jeito que está aí, acho que dá para dar mais umas mordidas", disparou o Pit Bull, que tem mais um ano de contrato com o Palmeiras.

O estilo polêmico tanto dentro de campo como nas entrevistas também foi alvo de perguntas dos jornalistas. "Olha, eu sou um cara autêntico, sim, e acho que falta um pouco de autenticidade no futebol de hoje", emendou Felipe Melo.

O volante, que projeta um ano de briga por títulos em 2019, falou do interesse do futebol chinês por Dudu, destaque da vitoriosa campanha verde no Brasileiro. "Eu acho que grandes jogadores sempre despertam interesse de fora. O normal é voar alto. Ele já está em um dos maiores clubes da América do Sul. A gente não sabe, mas espero que ele possa continuar, pois é uma peça importante para o Palmeiras", avaliou o jogador.

CONFUSÃO ARGENTINA

Por fim, Felipe Melo deu ainda um pitaco sobre a confusa decisão da Libertadores deste ano, em que o segundo jogo da final, entre River Plate e Boca Juniors, ainda não foi realizado.

Na data do segundo jogo, no Monumental de Nuñez, estádio do River, o duelo foi cancelado após a torcida do anfitrião acertar o ônibus do Boca Juniors com pedras e tijolos nas imediações do estádio. Após seguidos adiamentos, a decisão está marcada para o próximo domingo, no Santiago Bernabéu, estádio do Real Madrid.

"Acho ridículo, uma vergonha, porque se fala tanto do Brasil e agora eles estão vendo o quanto isso é vergonhoso para o futebol. Os argentinos têm é que olhar para o umbigo deles", completou o Pit Bull palmeirense.

REPÚDIO

Um grupo de palmeirenses assinou uma carta de repúdio ao presidente do clube, Maurício Galiotte, em razão da presença do presidente da República eleito, Jair Bolsonaro, na festa do decacampeonato no último domingo, no Allianz Parque.

Nomes como o do ex-presidente do Palmeiras Luiz Gonzaga Belluzzo, Diana Bouth, atriz e apresentadora, Luiz Villaça, cineasta, e Miguel Nicolelis, neurocientista, assinaram o documento.

"No domingo, dois políticos sequestraram nosso momento mais especial. O momento mais importante da sua gestão, presidente, foi transformado em um palanque político (com direito a lema e número de candidato), gerando uma imensa onda de insatisfação em parte substancial de nossa torcida", diz parte da carta.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




18:28 Senado aprova liberação do FEX, MT é o maior beneficiário
18:26 Mauro entrega reforma administrativa e mudanças no Fethab
18:26 TCE manda Silval, Edmilson e Marcel devolverem R$ 17 milhões
18:25 Mendes quer Gallo na Fazenda
18:25 Mauro admite escalonar salário em janeiro


18:05 Grêmio se acerta com Thiago Neves
18:05 Gustavo Gómez compara Palmeiras com as equipes do futebol europeu
18:04 Tricolor tenta um acerto com Caicedo
18:04 Dunga é sondado para comandar o Peixe
18:03 Receita cobra R$ 69 milhões de Neymar
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018