Segunda feira, 10 de dezembro de 2018 Edição nº 15114 06/12/2018  










RODOVIÁRIA SHOPPINGAnterior | Índice | Próxima

Sessão para licitação de terminal rodoviário é remarcada

Da Reportagem

A Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) republicou edital e remarcou para o próximo dia 22 de janeiro de 2019 sessão pública para entrega de documentos e credenciamentos de empresas interessadas na prestação de serviços do Terminal Rodoviário Engenheiro Cássio Veiga de Sá, em Cuiabá.

A medida foi tomada após a licitação, realizada na tarde da última terça-feira (4), ter sido considerada deserta por não aparecerem interessados ao certame. Conforme aviso publicado ontem no Diário Oficial do Estado (DOE), a entrega está marcada para às 14h30, na sede do órgão estadual.

A licitação prevê a concessão à iniciativa privada da futura Rodoviária Shopping de Cuiabá. Conforme a Sinfra, a realização da licitação definitiva da rodoviária da capital é a continuidade de um longo processo de melhoria da unidade, iniciado na atual gestão. Em 2017, o Governo de Mato Grosso contratou emergencialmente uma empresa para administrar a rodoviária, no lugar da antiga gestora que atuava há 10 anos na unidade sem possuir contrato. Desde a contratação emergencial, foram investidos mais de R$ 300 mil na melhoria da infraestrutura, principalmente em acessibilidade, limpeza e segurança para os usuários.

Na avaliação da Sinfra, a ausência de empresas participantes se deve ao momento político de transição e as exigências técnicas do edital, que prevê investimentos de R$ 30 milhões para melhorias no local. Dentre as melhorias previstas no edital estão a instalação de elevador panorâmico, escadas rolantes, painéis de iluminação solar, ar-condicionado, bilhetagem eletrônica e outros serviços, além da permanência de seguranças armados por 24h no local, o que eleva consideravelmente os custos. Os requisitos, no entanto, são indispensáveis para garantir os investimentos e as melhorias necessárias para os usuários.

Ao elaborar o edital, o governo afirma que buscou o equilíbrio e oferecer serviços de qualidade aos cidadãos.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




18:39 Tribunal de Contas manda dois deputados pagarem R$ 16,6 milhões
18:37 “Tem muita coisa errada na saúde”, diz Mauro Mendes
18:35 TCE suspende contratação da empresa de iluminação pública
18:31 MP pede reprovação das contas de Nelson Barbudo
18:30 90% do funcionalismo recebeu ontem


18:20 Além do Mais Médicos
18:20 Luiz Possas assume Saúdede Cuiabá
18:20 BOA DISSONANTE
18:19 Clássico vovô
18:19 Nem tanto ao mar nem tanto ao céu
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018