Segunda feira, 18 de fevereiro de 2019 Edição nº 15114 06/12/2018  










SAÚDEAnterior | Índice | Próxima

Suspeita de meningite fecha policlínica no Planalto

Da Reportagem

A Policlínica do Planalto, em Cuiabá, suspendeu os atendimentos devido à suspeita de um caso de meningite em um paciente. A interrupção das atividades no local foi adotada por 48 horas, de acordo com informações da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

Conforme a SMS, a decisão começou a valer a partir das 19 horas da última terça-feira (04). Portanto, estende-se até hoje (06). De acordo com o coordenador da unidade, Antônio Carvalho, a medida segue o protocolo do Ministério da Saúde, uma vez que a meningite é contagiosa e pode ser transmitida por meio do contato com gotículas de saliva do indivíduo contaminado.

“Em casos suspeitos de meningite, precisamos tomar medidas para, em caso de confirmação, evitarmos a contaminação de outras pessoas. Dessa forma, além de ofertarmos alta aos casos passíveis de concluírem os tratamentos em casa e de transferirmos os demais para as unidades de pronto atendimento 24 horas mais próximas, não podemos receber pacientes até que cheguemos a um diagnóstico para que as devidas providências sejam tomadas”, explicou.

O diagnóstico da meningite é confirmado após a realização do exame da punção lombar que consiste em retirar uma pequena quantidade de líquido presente na coluna por meio de uma injeção, segundo o órgão municipal. Somente após este procedimento é possível constatar ou não se o paciente está infectado com a doença.

“Havendo confirmação, o mesmo será encaminhado para o tratamento em isolamento e, em qualquer das hipóteses, após as 48 horas de abertura de protocolo sobre a suspeita, a unidade é submetida à desinfecção e, após isso, reiniciar os atendimentos”, finalizou. O nome do paciente não foi divulgado.

Durante esse período, a SMS orienta aos pacientes que precisarem para que busquem os atendimentos nas demais unidades de urgência e emergência do Sistema Único de Saúde (SUS) do município, a exemplo da unidade de pronto atendimento (UPA) da Morada do Ouro.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




17:41 Grupo reavalia licitações do Estado
17:38 Mesmo sendo réu, Maluf se mantém na disputa por vaga de conselheiro
17:38 TJ valida rito da AL para escolha de conselheiro
17:37 Mauro Mendes pede a general Mourão apoio para destravar Ferrogrão e BR-163
17:13 PM fecha boca de fumo na Lixeira


17:12 Homem é preso com mais de R$ 7 mil em arame
17:12 Pecuarista é assassinado em Rondonópolis
17:12 Três são presos por "salve" em suspeito de tentativa de estupro
16:57 Estratégia de Bolsonaro é isolar Bebianno caso ele force sua permanência no cargo
16:57 Bolsonaro está abusando na desordem de início de mandato, diz FHC
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018