Quarta feira, 23 de janeiro de 2019 Edição nº 15084 18/10/2018  










ENCONTROAnterior | Índice | Próxima

Botelho pede para Taques manter Fethab 2

Da Reportagem

Em reunião com o governador Pedro Taques (PSDB), o presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Eduardo Botelho (DEM) pediu a permanência do Novo Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab -2) para a próxima gestão.



O democrata se encontrou com o gestor no final de tarde desta quarta-feira (17) para tratar do assunto. Esta é a primeira vez que os chefes dos poderes se encontram após o períodoeleitoral.



Para ele, a manutenção deste Fundo é de extrema importância para o Estado. “Conversamos sobre isso, ele esta analisando, vai sentar com o novo governador e vai tomar a decisão. É necessário o projeto, e importante, o próximo governo precisa disso”, enfatizou.



Criado em dezembro de 2016, o dinheiro dessa contribuição adicional do setor produtivo é aplicado em ações de infraestrutura do Estado e será válido apenas até dezembro deste ano.A medida gera uma arrecadação anual de aproximadamente R$ 450 milhões.



Em agosto deste ano, Taques garantiu que não iria prorrogar a validade do Fundo. Diante da atual situação econômica, Botelho defende que o gestor tucano renove a medida.



O governador eleito Mauro Mendes (DEM) também garante que irá trabalhar junto com a atual administração no sentido de manter este novo fundo para o próximo ano. Para ele, a ausênciadeste recurso "extra" pode desequilibrar ainda mais as finanças do Estado.



Além disso, Taques ainda garantiu a Botelho durante a reunião que irá retirar a Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2019 da Assembleia. A intenção é promover alguns ajustes juntamente como governador eleitoMauro Mendes (DEM).



“Em comum acordo decidimos retomar o orçamento e vamos construí-lo a quatro mãos. Vamos fazer da melhor maneira possível, pensando em primeiro lugar no estado. Isso foi bem acordado com o presidente Botelho.Respeitando a vontade da população nas urnas da maneira mais tranqüila possível, vamos retomar o orçamento para deixá-lo redondo, em sintonia com o novo governador”, garantiu o secretário de Governo Domingos Sávio.



Na oportunidade, Botelho ainda pediu que fosse revisto a questão referente as emendas parlamentares, as quais foram retiradas pelo Executivo da peça orçamentária do próximo ano.

“O governador vai pedir de volta. Eu pediprA ele analisar novamente a questão das emendas dos deputados, que foi retirado da LOA, e ele entendeu que é possível”, finalizou.

Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




20:23 Governo mantém taxação do agronegócio e espera arrecadar R$ 1,46 bilhão
18:33 TCE define conselheiro que vai relatar contas de Mauro Mendes
18:32 Emenda exclui agência de projeto que prevê extinções no Governo
18:31 Servidores públicos invadem plenário da AL
18:05 Decreto prioriza salários, poderes e serviços essenciais


18:00 Defesa dos direitos individuais
17:59 Agronegócio não é o vilão
17:58 A raiz da crise fiscal
17:57 Ferramenta desvirtuada
17:54
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018