Quarta feira, 14 de novembro de 2018 Edição nº 15083 17/10/2018  










APROSOJA BRASILAnterior | Índice | Próxima

Produtor deve esperar por aprovação da MP do Funrural

Da Reportagem

A Associação Brasileira dos Produtores de Soja (Aprosoja Brasil) emitiu nota semana passada, orientando os produtores rurais a aguardarem a aprovação no Senado Federal da Medida Provisória MP 842/2018, que estende até o dia 31 de dezembro de 2018 o prazo de adesão ao Programa de Regularização Tributária Rural (PRR) que renegocia débitos com o Funrural.

“A Aprosoja recomenda ao produtor esperar a aprovação dessa medida provisória, que deve acontecer na próxima semana. Vamos resolver esta situação. Os produtores não devem se preocupar”, afirmou Bartolomeu ao se referir a não aprovação pelo plenário do Senado de outra Medida Provisória, a MP 834/2018, na última quarta-feira.

Essa MP, que dava descontos de multas e juros aos produtores e previa prazo de adesão ao refinanciamento até 30 de outubro, perdeu a validade ontem depois que o presidente do Senado, senador Eunício de Oliveira (MDB/CE), devolveu o texto para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados devido a um erro na redação da medida. Com isso, a Receita Federal não tem mais respaldo em lei para aceitar novos pedidos de parcelamento dos débitos.

Já a MP 842, além de estender o prazo de adesão ao Refis até 31 de dezembro de 2018, garante, entre outros benefícios, o pagamento dos débitos do Fundo de Assistência ao Trabalhador Rural com descontos sobre multas e juros e a parcelar o passivo em até 176 vezes.

“Estamos conversando com o presidente da CCJ, deputado Daniel Vilela (MDB/GO), e com lideranças da Frente Parlamentar da Agropecuária, entre elas a presidente da FPA, deputada Tereza Cristina (DEM/MS), o deputado Jerônimo Goergen (PP/RS) e o senador Ronaldo Caiado (DEM/GO), para garantir a aprovação desta matéria. Estamos trabalhando para dar tranquilidade ao produtor”, salientou Bartolomeu ao lembrar que todo o setor produtivo está empenhando para garantir a aprovação na próxima semana.

De acordo com a FPA, a deputada Tereza Cristina (DEM/MS) está em contato direto com o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, para negociar alguma medida, um acordo entre o Palácio do Planalto e o Ministério da Fazenda, para que a Receita Federal não execute as dívidas imediatamente e aguarde por mais uma semana a aprovação e sanção da nova prorrogação.

“A prorrogação é fundamental aos produtores rurais de todo o país”, acrescentou a presidente da FPA.

Também participaram da mobilização em Brasília, entre outros representantes, os presidentes da Aprosoja MT, Antônio Galvan, da Aprosoja Goiás, Adriano Barzotto, e da Aprosoja Bahia, Alan Juliani.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




18:02 Produtores não descartam protestos na Capital
18:01 Servidores públicos vão voltar a trabalhar 8 horas por dia
18:01 Sem RGA, servidores vão paralisar as atividades por 24 horas
18:01 Ex-secretário de Administração Geraldo de Vitto é condenado
18:01 Mauro Mendes pede corte aos Poderes


17:46 Nossa! Minha cidade sumiu
17:45 Neri Geller é`Preso por fraude no Ministério da Agricultura
17:45 BOA DISSONANTE
17:44 O recado foi dado
17:43
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018