Quarta feira, 17 de outubro de 2018 Edição nº 15080 11/10/2018  










PENHORAAnterior | Índice | Próxima

Comarca de Cuiabá realizada leilão de bens móveis e imóveis

Da Reportagem

A Comarca de Cuiabá deu início ao terceiro leilão de 2018 para venda de bens móveis e imóveis. O leilão é destinado à alienação dos bens oriundos de penhoras em execuções, processos criminais e da administração pública. No próximo dia 18 de outubro, será realizada a segunda praça, com início às 14 horas, no auditório Antônio Elisandra, localizado na Avenida São Sebastião, n°1447, Bairro Goiabeiras, e poderá também ser acompanhada pela internet.

No primeiro dia do leilão foram colocados à disposição para o público presente e que se cadastrou na internet, 136 lotes com imóveis urbanos e rurais e os bens móveis, como veículos, e objetos diversos como caixas de som. Conforme o regulamento os bens que se encontram armazenados no depósito do Fórum podem ser examinados para o próximo leilão no dia 17 de outubro, das 14 horas às 17h.

Para a leiloeira pública oficial Luzinete Mussa de Moraes Pereira a avaliação da primeira praça de leilão foi muito positiva. "Tivemos uma grande participação tanto presencial, quanto pela internet. Os lotes foram bem disputados. Hoje a maior participação foi do público que estava à procura de sucatas de carros e motos, são bens entregues de imediato," destacou a leiloeira.

Vale lembrar que durante o leilão Luzinete Mussa anuncia cada lote, indicando o valor da avaliação e aí os bens podem receber lances de "viva voz" no próprio local do leilão ou pela internet, mediante cadastro prévio, por meio do site utilizado pela leiloeira oficial.

De acordo Adilton Pereira da Silva, que é dono de um ferro velho no bairro Dom Aquino, na capital, vale a pena participar do leilão, ajuda a alavancar o seu comércio. "Eu sempre participo dos leilões realizados pelo Poder Judiciário. Compro principalmente os lotes de sucata para depois vender as peças" disse o comerciante animado com as compras feitas neste primeiro leilão.

É importante frisar que os lances ofertados são irretratáveis, que em primeira praça somente foram aceitos lances a partir do valor da avaliação judicial e que, não havendo lances nesta primeira praça, serão aceitos lances em segunda praça com valores a partir de 50% da avaliação, com exceção de veículos alienados para os quais serão aceitos lances a partir de 80%.

De acordo com o regulamento, o arrematante presente no leilão "deverá entregar ao leiloeiro, no ato da arrematação, a título de sinal/caução, cheque no valor equivalente a 25% do lance ofertado, além de outro no valor equivalente a 5% da comissão devida à leiloeira".



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




20:31 Botelho pede para Taques manter Fethab 2
20:29 MP pede prisão do cabo Gerson
19:39 Poderes rejeitam reduzir duodécimo
19:39 BOA DISSONANTE
19:38 Chantagem política


19:38 Opção pela direita
19:38 18 de outubro é o Dia do Médico
19:37 Renovação no Congresso
19:37 De barganha
19:36 Livro revê vida e obra de intelectual
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018