Sexta feira, 23 de agosto de 2019 Edição nº 15080 11/10/2018  










ARAPONGAGEMAnterior | Índice | Próxima

Confirmado, cabo violou medidas restritivas

Da Reportagem

O cabo da Polícia Militar Gerson Correa pode voltar a ser preso. Isto porque, a suspeita de violação de medidas cautelares impostas pela Justiça foi confirmada.

Documentos anexados aos autos do processo militar referente as interceptações telefônicas ilegais no âmbito da Polícia Militar de Mato Grosso, comprovam que ele foi à casa noturna Malcom Pub, no dia 30 de agosto deste ano.

A medida pode fazer com que o cabo volte a ser preso, tendo em vista que ele estava impedido de sair de casa no período noturno.

As suspeitas de violação foram levantadas pelo Ministério Público Estadual. Conforme denúncia apresentada pelo órgão ministerial, além de ir a referida Casa noturna em horário não permitido, Gerson ainda violou a tornozeleira eletrônica entre os dias 29 e 31 de agosto.

Para comprovar a violação, o promotor Alan Sidney do Ó requereu relatório à central de monitoramento eletrônico. O juiz da 11ª Vara Militar do Fórum de Cuiabá Murilo Mesquita, responsável pelo processo, determinou que as denúncias fossem apuradas.

Diante disso, a Casa noturna foi notifica e apresentou, no último dia 04, uma ficha cadastral de clientes que entraram no ambiente com arma de fogo na data referida, a qual constava a assinatura do militar.

O Cabo Gerson vem sendo monitorado por meio de tornozeleira eletrônica desde o mês de março, quando deixou o Centro de Custódia após passar 10 meses preso. Ele é acusado de ser o principal operador do esquema dos grampos ilegais, que ficou conhecido como Grampolândia Pantaneira.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto

· Absurdo, um desdenho da justiça. Agora s  - Luiz Augusto Victorino Alves CorrÊa




19:31 Mauro "pede a Deus" por empréstimo
19:31 BOA DISSONANTE
19:30 Incentivos fiscais: novos tempos!
19:29 Preservação
19:29 60 anos da Rádio Difusora Bom Jesus


19:28 Lista da privatização
19:28 Desserviço
19:27 Livro dribla melodrama com personagem que usa sono para superar luto
19:27
19:26 Raul Seixas persiste 30 anos após morte
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018