Sexta feira, 22 de março de 2019 Edição nº 15068 25/09/2018  










CLAUDECIR CONTREIRAAnterior | Índice | Próxima

A hora da verdade

Há muito tempo convivemos com a incerteza no Brasil da "república nova", onde o que vale são as famosas trocas de favores e a partilha dos bens "sagrados" do país. Nessas negociatas espúrias tudo e todos estão a venda, desde representantes do povo, passando pelas câmaras municipais e indo até o Congresso Nacional. Estão a venda também os vários ministérios do governo de Brasília, e dessa forma, assistimos a muito tempo, atônitos a imoralidade e a safadeza sendo exercitados todos os dias. Nesse modelo daninho de gerir a República cabem também negociatas com grandes empresas responsáveis pelos financiamentos de campanhas.

Se levarmos em conta todas essas negociatas e as questões sociais pregadas e defendidas pela esquerda transvestida de um senso comunista barato e perverso, chegaremos a conclusão que nos resta apenas uma mudança drástica, uma nova forma de organizar a economia, uma nova forma de pensar o social e o capital.

Como empresário do setor imobiliário sinto calafrios quando imagino de longe a possibilidade real dos políticos novamente se reunirem em torno de um partido, no caso, o PT, disposto a tudo para voltar ao poder (Se é que ele perdeu esse poder). Isso ocorrendo, podem estar certos que a parte da população que trabalha, produz e empreende, bem como, investidores externos, não mais terão disposição e confiança para investir. Vale salientar que muitas empresas estão migrando para outros países, Paraguai, por exemplo. São muitas tramoias, são muitos atos corruptos e isso não mais é admitido no cotidiano de pessoas que levam a sério e que carecem de segurança para seguir nas frentes de trabalhos e investimentos. Concluo aqui pedindo para que o BRASIL que produz se una em torno de uma nova e produtiva forma de pensar. Essa nova e necessária forma de pensar espantaria de imediato a maioria absoluta de políticos que estão na política tão apenas em busca da defesa de seus próprios interesses, não se preocupando com o amanhã. Sugam hoje.

Essa banda podre e viciada da política estão novamente esperando serem chamados à mesa de negociações pelo partido ou pelo grupo que mais cometeu asneiras e atos corruptos durante toda a história antiga e recente da humanidade. Esse partido chama-se PT. Ironicamente a sigla significa, partido dos "trabalhadores". Uma pergunta para finalizar e para que você continue a pensar. Considerando a enorme preferência eleitoral apontada por diversos institutos de pesquisa, do candidato Bolsonaro. Quantos políticos de carreira com exceção do próprio PSL, partido de Bolsonaro, que você vê pedindo votos publicamente em redes sociais ou na rua para Bolsonaro? Pense.

Mas pense lembrando que políticos de carreira precisam das negociatas espúrias, e certamente eles não conseguirão barganhar isso com alguém que não tem o famoso "rabo preso". Terão muita dificuldade em negociar com o candidato Bolsonaro. Por isso que o Brasil que trabalha, o Brasil que produz e empreende, precisa que o Brasil que depende desse trabalho e dessa produção se una em torno de um projeto livre de vícios corruptos.



* CLAUDECIR CONTREIRA, é empresário no ramo imobiliário, Professor, corretor de imóveis e atualmente ocupa as funções de diretor secretário do Creci/MT e Conselheiro Federal no Cofeci-DF

assessoria10@gmail.com



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




17:49 Coronel preso é figura-chave em campanhas de Temer
17:49 Moreira Franco ajudou a pensar em formato de propina
17:49 O que pesa contra o ex-presidente Temer
17:48 Prisão foi para evitar destruição de provas
17:48 PT espera que prisão não seja baseada apenas por especulações


17:48 Ex-presidente é preso pela Lava Jato
17:45 Corinthians garante mando em decisão das quartas
17:45 Gustagol é preservado para as quartas
17:45 Ferrari tenta entender estreia ruim na F-1
17:44 Clubes pagam viagens de conselheiros com atletas
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018