Segunda feira, 10 de dezembro de 2018 Edição nº 15067 22/09/2018  










CARILLEAnterior | Índice | Próxima

Jair Ventura resgata esquema tático

LUCIANO TRINDADE
Da Folhapress – São Paulo

Jair Ventura definiu na quinta-feira como será o esquema tático do Corinthians nos duelos contra o Internacional, domingo, pelo Brasileiro, e Flamengo, quarta-feira, pela Copa do Brasil. O técnico vai apostar no 4-2-4, sem um atacante de referência.

O treinador segue, assim, o exemplo de Fábio Carille, que deixou o Corinthians em março rumo ao futebol árabe. Também num momento decisivo na temporada, na final do Campeonato Paulista, Carille armou o Corinthians sem um atacante de ofício, conseguiu superar o rival Palmeiras por 1 a 0, na casa do adversário, e faturou a taça nos pênaltis.

Com essa formação, a orientação de Jair é para que os quatro homens de frente, Romero, Jadson, Mateus Vital e Clayson, se revezem na função de atacar os rivais.

"Um meio para frente móvel, com movimentação constante, jogadores que flutuam e trocam de posições. Ele [Jair Ventura] pede para que a gente se movimente e abra espaço", explica Mateus Vital, que entrou na equipe justamente no lugar do centroavante Roger.

O camisa 9 foi sacado porque não poderia atuar contra o Flamengo, uma vez que já defendeu o Inter nesta edição da Copa do Brasil.

No esquema de Carille, contudo, Rodriguinho era quem mais tinha a obrigação de infiltrar-se na área para finalizar. Tanto que, mesmo tendo deixado o clube em julho, ele ainda é o vice-artilheiro do time na temporada, com 11 gols. Jadson e Romero marcaram 12 cada.

Como no momento nenhum jogador alvinegro vive uma fase artilheira como era a do meia que foi para o futebol do Egito, Jair vai dividir a responsabilidade entre os quatro homens de ataque.

Assim, o Corinthians vai encarar o Colorado com Cássio, Fagner, Léo Santos, Henrique e Danilo Avelar; Gabriel e Douglas; Romero, Jadson, Mateus Vital e Clayson.

INCÔMODO

Contratado no início do ano, Mateus Vital, de 20 anos, marcou somente um gol até aqui em sua trajetória no Corinthians. Ele já disputou 46 jogos pelo clube. O tento, aliás, saiu faz tempo, foi no dia 27 de maio, contra o Internacional, justamente o próximo adversário alvinegro, domingo, em Itaquera.

O ex-vascaíno vai ser titular nesta partida. Ele ganhou a posição de Roger. Diante do único rival contra o qual balançou a rede pelo Corinthians, o meia espera dar fim ao longo jejum que o incomoda.

"Eu me cobro muito. Eu e o Pedrinho conversamos muito disso, temos que entrar na área, fazer gol. A gente se cobra bastante. Espero que seja domingo, que eu possa ajudar com gols e assistências, mas a vitória é o mais importante", afirmou Vital.

Em junho, quando desencantou e fez o seu primeiro gol, o jogador disse que era cobrado por Carille para entrar mais na área. Diante da seca atual de gols, ele reconhece que precisa voltar a seguir a orientação do ex-técnico, reforçada por Jair.

"Tenho que buscar mais esse objetivo, entrar mais na área. Como o Osmar [Loss] e o Carille me pediam."



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




18:45 Neurilan Fraga é reeleito para comandar a AMM
18:45 Seis advogados disputam vaga de juiz titular do TRE
18:45 DEM se reúne com Mauro Mendes na próxima semana
18:44 Taques regulamenta mudanças no Prodeic
18:42 Governo define escalonamento até segunda-feira


18:14 Festa da literatura mato-grossense
17:52 MP pede reprovação das contas da deputada Janaína
17:52 BOA DISSONANTE
17:51 Juízes e delegados globalizados
17:50 Desserviço
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018