Quinta feira, 20 de setembro de 2018 Edição nº 15059 12/09/2018  










CONVOCAÇÃOAnterior | Índice | Próxima

Tite cede e tenta agradar os clubes

PEDRO LOPES
DA Uol/Folhapress – Washington

A partir do momento que anunciou a lista de convocados para os amistosos nos Estados Unidos com três jogadores envolvidos nas semifinais da Copa do Brasil, que terá confrontos Palmeiras x Cruzeiro e Flamengo x Corinthians hoje, Tite começou a receber críticas. Ao longo dos cerca de dez dias da seleção em solo norte-americano, o assunto nunca deixou os holofotes. Com a rodada de testes chegando ao fim, o comandante brasileiro cedeu à pressão, fez algumas concessões e tenta agradar aos clubes.

Dos escolhidos, Fagner, do Corinthians, Paquetá, do Flamengo, e Dedé, do Cruzeiro, eram peças chaves de suas equipes, que encaram confrontos decisivos amanhã. O lateral direito acabou cortado, mas treinou na segunda e pode estar em campo diante do Flamengo, o que só aumenta a pressão sobre o treinador.

Questionado repetidamente sobre o tema, Tite fez um mea culpa no sábado, depois da vitória por 2 a 0 sobre os EUA. Na resposta, reconheceu que acabou, inadvertidamente, favorecendo o Palmeiras, único dos quatro semifinalistas que não teve nenhum convocado.

"Sou oriundo de clubes, sempre tenho muito cuidado de ter equidade sem prejudicar a ambição que o cara tem de defender a seleção. Poderia ter tirado dois atletas, mas procurei tirar um de cada, para ter essa situação, e oportunizados. Tivemos quatro, cinco atletas que nunca tinham entrado. Não queria prejudicar os clubes, um lado meu não queria. Acaba prejudicando, tenho essa consciência. Não tendo um do Palmeiras, favorece o Palmeiras, eu tenho essa consciência. Só que preciso fazer o melhor com a seleção brasileira, e arcar com as consequências disso", explicou.

A convocação já tinha sido uma concessão: Tite observava diversos jogadores, mas se limitou a chamar o máximo de um atleta por equipe envolvida nas semifinais.

Ainda durante a estadia nos EUA, a CBF anunciou a próxima etapa do ciclo, com amistosos diante de Arábia Saudita e Argentina nos dias 12 e 16 de outubro, na Arábia. O aviso já veio acompanhado da informação de que nenhum atleta envolvido na final da Copa do Brasil será convocado.

Na segunda-feira, uma polêmica trouxe de novo a questão do calendário e dos desfalques causados pela seleção. Fagner foi cortado no dia 2 de setembro, com um diagnóstico de lesão na coxa com três a quatro semanas de recuperação. O lateral, entretanto, treinou na segunda-feira, e deve estar em campo diante do Flamengo hoje.

Com isso, apenas Flamengo e Cruzeiro terão Paquetá e Dedé, respectivamente, potencialmente desgastados. Os clubes se uniram e fretaram um voo para trazer os dois jogadores rapidamente, a tempo de entrar em campo. A situação com Fagner, entretanto, incomodou o rubro-negro, que encara justamente o Corinthians.

Diante disso, Tite fez novas concessões, e prometeu limitar os minutos dos dois jogadores. "Quando eu era técnico de clube, sempre esperava atletas em boas condições de volta. Eu vou tomar pau nisso sempre. Dedé vai jogar, mas não vai jogar o tempo todo. Paquetá não vai jogar de forma que tenha impacto direto depois no Flamengo", afirmou.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




20:37 Fávaro se revolta com aproximação Leitão e Jayme
20:37 BOA DISSONANTE
20:35 O agro e a superação das fragilidades
20:35 Eleições e a grande estratégia
20:34 Corrupção no dia-a-dia


20:34 Por um trânsito seguro
20:34 As armas e as flores
20:30 Despesas de Wellington e Mauro já passam de R$ 2 milhões
20:30 Justiça manda PSDB dar mais tempo de TV para Selma Arruda
20:30 Pedro Taques e Mauro Mendes continuam trocando farpas
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018