Quarta feira, 26 de setembro de 2018 Edição nº 15059 12/09/2018  










Anterior | Índice | Próxima



Traição

O polêmico deputado estadual Gilmar Fabris é mais um filiado ao PSD que, depois de jurar “amor eterno” ao governador Pedro Taques (PSDB), agora atua como cabo eleitoral de Mauro Mendes (DEM).

Em casa

Fabris é um dos que mais lutaram contra o rompimento do PSD com Taques. Hoje, é um fiel seguidor de MM, de cujo palanque é “freguês”. E ainda pede votos para Jayme Campos, candidato ao Senado.

2º turno

Em menos de uma semana, três pesquisas de intenção de votos revelam um cenário no qual a definição do pleito iria para o 2º turno – considerando os três principais candidatos -, se a eleição fosse hoje.

Voice

A primeira pesquisa (TRE-MT 06522/2018) é do Voice, divulgada pelo site MidiaNews, e que aponta Mauro Mendes com 35% das intenções; Pedro Taques, 21%; e Wellington Fagundes (PR) com 14%.

Real Big Data

O segundo estudo é da Real Time Big Data (TRE-MT 02178/2018), divulgado pela TV Cidade Verde (Band). Mauro lidera com 33% das intenções, seguido por Taques com 23; e Wellington com 17%.

Mark

O terceiro levantamento é do Instituto Mark (TRE-MT 01860/2018), divulgado pelo site RDNews, e que aponta Mauro com 34,7% das intenções. Na sequência, vêm Taques com 21,8% e Welington com 20,3%.



Matemática

Embora sejam parecidos os números dos três institutos, há uma curiosidade: a pesquisa do Voice revela que Mauro, com 35%, tem a soma dos percentuais de Taques (21%) e de Wellington (14%).

Na internet

Candidato à reeleição, Valtenir Pereira faz festa, nas redes sociais, com um vídeo no qual o democrata Mauro Mendes pede votos para o deputado federal – até pouco tempo atrás, seu inimigo figadal.

Memória

Ao longo da vida pública, Valtenir trocou sete vezes de partido. Em 2017, quando o deputado trocou o MDB pelo PSB, MM considerou a atitude “uma safadeza”. De lá para cá, ambos ficaram de mal.

Sereia

Na gravação, os dois políticos trocam figurinhas. O deputado promete que, se reeleito, vai trazer dinheiro para o Estado. O ex-prefeito afirma que vai “precisar muito” do parlamentar. O que não faz uma eleição...

...............



Efeito “Grampolândia”

"Não conseguem me acusar de ser ladrão porque não sou ladrão. Não conseguem me acusar de ser corrupto porque não sou corrupto. (...) Eu mesmo pedi ao STJ para ser investigado. Tenho o mesmo patrimônio que tinha em 2010, em 2014. (...) Querem bater de qualquer forma". Do governador Pedro Taques, ontem, se defendendo da acusação de ter participação na Grampolândia, em entrevista ao “Cadeia Neles”, da TV Vila Real.

...............

Encrencados

Dos 20 deputados estaduais que tentam se reeleger, todos já tiveram os nomes envolvidos ou citados em algum escândalo de corrupção ou improbidade administrativa, segundo levantamento do jornal A Gazeta.

Ralo

Grande parte deles, encabeçados pelo presidente da AL, Eduardo Botelho (DEM), é investigada pelo MPE no esquema que desviou R$ 30 milhões do Detran e teria como líder o deputado Mauro Savi (DEM).

Silval e Riva

Outro tanto foi citado na “delação monstruosa” de Silval Barbosa, acusados de extorsão, enquanto outros integram uma lista de “mensalinho”, divulgada pelo ex-presidente da AL, José Riva.

Paletó

De um total de 23 deputados, Baiano Filho (PSDB) e Domingos Fraga (DEM), encrencados no caso “Dinheiro no Paletó”, vão deixar a vida pública. Dr. Leonardo (PSD), alvo da PF, suspeito de corrupção, é candidato a deputado federal.

Notas frias

O último da lista é Wancley Carvalho (PV), que desistiu da reeleição porque tem uma doença grave. Ele está na mira do Gaeco, sob a suspeita de integrar esquema de “notas frias”. Como se vê, não sobra um na AL.

Em família

O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) comemora a performance do dileto filho, Emanuelzinho (PTB), que, segundo o Voice, lidera a disputa para deputado federal: tem 3% das intenções, na modalidade espontânea.

Indecisos

Em seguida, com 1% cada, aparecem Dr. Leonardo, Ícaro Reveles (PSB), Neri Geller (MDB), Valtenir Pereira (NDB) e Rafael Ranalli (Patriota). Curiosidade: o índice de indecisos soma 79%.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




19:37 Candidato critica alguns governantes
19:37 Lançamento de carta divide campanha
19:36 Bolsonaro estaciona em 28% e Haddad vai a 22%, diz Ibope
19:36 Queda de Bolsonaro no Sul, em meio a ascensão de Haddad
19:36 Presidente Temer critica unilateralismo


18:10 Mayra é eliminada e perde a chance
18:10 Inter evita alerta com queda e prevê briga pelo título
18:09 Raí afirma que São Paulo vai brigar até o fim
18:08 Messi vota em CR7 pela 1ª vez, mas R7 volta a preferir rival
18:08 São Paulo busca recuperação urgente
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018