Sábado, 22 de setembro de 2018 Edição nº 15059 12/09/2018  










MEIO AMBIENTEAnterior | Índice | Próxima

Sema cria grupo de trabalho para aprimorar CAR

Da Reportagem

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) criou um grupo de trabalho para aprimorar o Sistema Mato-grossense de Cadastro Ambiental Rural (CAR). A medida está prevista na portaria 751, publicada ontem, no Diário Oficial do Estado (DOE) e é adotada após a deflagração de operações a Polícia Civil (PC), possíveis fraudes nas análises do CAR, no Estado.

Segundo a Sema, o objetivo do grupo de trabalho “é empreender esforços conjuntos para atingir metas, alcançar os propósitos e trazer resultados positivos para o cadastro ambiental rural mato-grossense, de modo a se tornar mais eficiente, transparente e seguro”.

Além da Sema, o grupo será composto por membros do Ministério Público do Estado (MPE), da Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema), Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea) e das Associações Mato-grossense dos Engenheiros Florestais (AMEF), Brasileira de Georreferenciamento e Geomática (Abrageo), de Engenheiros Agrônomos do Estado de Mato Grosso (AEA) e dos Profissionais Geólogos do Estado de Mato Grosso (Agemat).

Conforme a portaria, as instituições têm prazo de dois dias, para indicar seus representantes. “A coordenação do grupo de trabalho ficará sob a responsabilidade do Secretário de Estado do Meio Ambiente (André Baby) podendo o mesmo indicar substituto nas suas ausências”, apontou. O grupo designado terá o prazo de 30 dias, prorrogável por igual período, se necessário, mediante justificativa, para conclusão dos trabalhos e apresentação dos resultados.

Além das ações da PC, uma força-tarefa nomeada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) conduz uma ampla varredura em 595 processos do Car que foram validados desde 2017 pela Sema. A ação atende a um pedido da 15ª Promotoria de Defesa do Meio Ambiente, que já apurou indícios consistentes de irregularidades em pelo menos 50 cadastros.

Os documentos também foram suspensos no fim de agosto passado, por meio de portaria assinada pelo titular da Sema, André Baby, que também determinou a abertura de investigação administrativa em relação aos mesmos procedimentos. Quatro servidores comissionados da Sema são investigados de terem cometido as irregularidades.

Até 31 de julho, segundo levantamento do MPE, haviam sido abertos 113.500 processos no CAR em Mato Grosso. Desse total, apenas 7.800 foram analisados pela Sema e, destes, 1.600 validados. O número de processos sob investigação, portanto, equivale a 7% do total analisado.

A validação do CAR de uma determinada área permite que proprietário não apenas determine quanto e de que maneira deverá lidar com seu passivo ambiental. Ela também abre caminho para que se obtenha autorizações para novas derrubadas exploração e os manejos florestais.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto

· E o agricultor, pecuarista, proprietário  - Gilberto Rossetto




19:35 Haddad minimiza fala sobre 2º turno
19:23 Próximo deverá seguir o meu caminho
19:22 Ciro Gomes acha suspeita razoável
19:22 Nunca cogitei volta da CPMF, afirma Bolsonaro
19:21 Algoz do Corinthians, Nico López corneta lateral


19:21 Alckmin apoia carta, mas rejeita união
19:20 Everton Felipe tenta mostrar serviço
19:20 Cuca faz mistério na zaga do Santos
19:20 Jair Ventura resgata esquema tático
19:19 Brasil bate Austrália com facilidade
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018