Sexta feira, 16 de novembro de 2018 Edição nº 15059 12/09/2018  










IGUALDADE DE GÊNERO Anterior | Índice | Próxima

BB lança fundo para empresas comprometidas com igualdade

Da Reportagem

O Banco do Brasil anunciou nesta terça-feira (11) o lançamento de um fundo de investimentos para aplicar em ações de empresas comprometidas com políticas de igualdade de gênero.

O fundo será formado inicialmente por 18 empresas brasileiras listadas na Bolsa e que são signatárias de um pacto global da ONU (Organização das Nações Unidas) pela equidade de gênero nas companhias, o Women's Empowerment Principles.

No portfólio estão ações de empresas como Natura, Ambev e Lojas Renner.

Além das brasileiras, haverá ainda cinco empresas estrangeiras com BRD (Brazilian Depositary Receipts) listados na Bolsa paulista, como Microsoft e Pepsico, explica Paula Mazanék, gerente geral da unidade de captação e investimentos do BB.

"Fomos aos relatórios de sustentabilidade das empresas e buscamos informações sobre o percentual de mulheres em cargos de gerência, diretivo e no conselho de administração. Usamos essas informações para ranquear as empresas", explica Vinícius Vieira, gerente da área de fundo de ações ativos da BB DTVM, responsável pela distribuição do produto a partir desta quarta-feira (12).

Batizado de BB Ações Equidade, o fundo receberá no varejo captações a partir de R$ 200, com taxa de administração de 1,50% (podendo chegar a 2%).

Para o cliente private, a aplicação inicial é de R$ 25 mil e a subsequente, de R$ 1.000. A taxa de administração inicial é de 1%, com máximo de 1,5%.

Paulo Caffarelli, presidente-executivo do BB, diz que a meta é o fundo atingir R$ 200 milhões em três anos.

"Não basta a empresa ser aderente ao princípio da ONU, é preciso que o seu papel também apresente performance. É uma junção de rentabilidade e sustentabilidade, de desempenho da empresa com suas políticas de diversidade e igualdade", diz Caffarelli.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




17:49 Mauro Mendes admite que pode ter que taxar agronegócio
17:49 BOA DISSONANTE
17:48 É decisão na Arena
17:48 Assim é
17:48 II Jornada Mundial dos Pobres


17:48 Direito ao auxílio acidente
17:47 Violência infantil
17:43 Desembargador declara que juíza “agiu politicamente” em ação
17:42 Viana acusa colegas de receberem propina
17:42 Bolsonaro defende medidas amargas
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018