Terça feira, 17 de setembro de 2019 Edição nº 15058 11/09/2018  










PT/ELEIÇÕESAnterior | Índice | Próxima

Partido ainda se divide sobre troca

MÔNICA BERGAMO
Da Folhapress – São Paulo

O PT ainda discute internamente como fazer a troca de Lula pelo ex-prefeito Fernando Haddad na cabeça da chapa presidencial. Há divergências sobre o discurso a ser adotado a partir de agora.

Uma ala do partido ainda quer insistir na tese de que o ex-presidente tem chance de disputar a eleição, esgrimindo decisões da ONU e recursos ainda pendentes de julgamento no STF (Supremo Tribunal Federal).

Por esse grupo, Haddad seria registrado no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) hoje, prazo final dado pela corte para que a legenda apresente um candidato e não perca o tempo de TV, mas o partido seguiria dizendo que Lula pode voltar.

Uma outra ala é frontalmente contrária à ideia. E argumenta que Haddad precisa de tempo para ser conhecido como candidato de Lula, precisando ocupar com urgência a TV, em programas e debates, como o nome que definitivamente disputará a eleição.

O eleitorado de Lula precisaria entender com clareza que o ex-presidente está definitivamente fora, mas escolheu Haddad para substituí-lo.

Os próprios seguidores do ex-presidente no Facebook têm dado sinais de que a estratégia de manter o suspense em torno da candidatura de Lula se esgotou.

Numa postagem no perfil do ex-presidente na rede que informava que os advogados teriam conseguido uma segunda liminar na ONU a favor dele, vários comentários pediam a indicação rápida de Haddad.

"Coloca o Haddad pelo amor de Deus. Não há mais tempo. Será que vocês não entendem que jamais irão liberar Lula?", diz uma internauta. "Estão demorando demais para lançar Haddad e Manu, estamos perdendo votos...", diz uma segunda eleitora.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




18:02 BOA DISSONANTE
18:01 Taques se preocupa com contas na AL
18:00 o Senado Federal e a ditadura do STF
18:00 Deputado é cidadão! Até que ponto?
17:59 O secretário e a arena


17:57
17:57 Resistência à CPMF
17:56 A história secreta de uma indústria pop
17:56 Com novo livro, Pondé diz que modernidade é como adolescente que julga mãe
17:55 O nome dela é Gal
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018