Sábado, 22 de setembro de 2018 Edição nº 15055 05/09/2018  










Anterior | Índice | Próxima



Ambiente tenso

O clima não é dos melhores na coligação que sustenta a candidatura de Wellington Fagundes (PR) ao Governo, depois dos comentários, ontem, de que o senador pode ser alvo de delação de empreiteiros.

Propina

Ao que consta, a delação diz respeito à corrupção – no caso, pagamento de propina - em contratos com o Departamento Nacional de Infraestrutura dos Transportes (DNIT), com o qual WF tem muita afinidade.

Sanguessuga

Em 27 de fevereiro deste ano, a 1ª Turma do STF aceitou denúncia contra WF, tornando-o réu por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Ele foi acusado de integrar a “Máfia das Sanguessugas”.

Superfatura

Segundo o MPF, WF participou do esquema de desvio de recursos da Saúde entre 2001 e 2006, quando era deputado federal. E teria destinado emendas à compra de ambulâncias superfaturadas em MT.

Caça às bruxas?

Na semana passada, o MPE pediu e a Justiça autorizou investigação de suposto esquema na “Caravana da Transformação”, do Governo Taques (PSDB). A expectativa é: quem será a próxima “vítima”?

Loteamento

Em entrevista à Rádio Capital, nesta semana, Taques afirmou que, na disputa pelo Palácio Paiaguás, há um adversário que já vive o “clima de já ganhou” e está loteando secretarias de Estado.

O alvo

Taques não citou nome, mas nem precisava. Pelas vias indiretas, o tucano mirou em Mauro Mendes (DEM), que, segundo o jornal A Gazeta, já teria negociado pastas com aliados. Em especial, o MDB de Carlos Bezerra.

Força

Mauro Savi (DEM) move céu e terra para disputar a reeleição à AL. Já venceu um round: o empresário Jeremias Prado desistiu da candidatura em favor do deputado. Resta saber se não foi por livre e espontânea pressão...

Salvo-conduto

Curiosidade: preso durante três meses, acusado de liderar o desvio de R$ 30 milhões do Detran-MT, Savi não tem condenação em órgão colegiado e volta ao cenário político na condição de “ficha limpa”.

Desafio

Em entrevista ao site RDNews, Mauro Mendes desafiou Emanuel Pinheiro (MDB) a mostrar, “rua por rua, bairro por bairro”, onde estão 180 km de asfalto de sua gestão. MM disse que EP “mente descaradamente”.

...............

Luto na campanha

Três mortes enlutaram a campanha eleitoral em Mato Grosso. No dia 2, a candidata a deputada federal Rozanil Guimarães (Psol), vítima de complicações renais. Na véspera, Maria Pereira Cavalli, mãe da candidata ao Senado, Maria Lúcia (PCdoB). Em 21 de agosto, Diógenes Abreu, sogro de Wellington Fagundes, que disputa o Governo.

...............



Divórcio

Presidente da AL, Eduardo Botelho está “sentido” com Pedro Taques. “(...) Ele mudou comigo, não conversa mais, não me liga mais, ficou diferente”, disse o deputado, lamentando a distância que o separa do governador.

Debate na TV

Mauro Mendes e Moisés Franz (Psol) foram as ausências no debate que a TV Cuiabá (Canal 47) promoveu, na segunda à noite. O jornalista Maksuês Leite foi o mediador. MM anunciou antes que não iria.

Tropeço

Arthur Nogueira (Rede), que se destacou no debate na TVCA (Globo), tropeçou numa explicação sobre cargo comissionado. Disse que foi superintendente da PRF por meritocracia, sem padrinho político.

Padrinhos

À época da nomeação de Arthur, Pedro Taques era senador e Wellington Fagundes, deputado federal. Ambos disseram que assinaram o documento que deu o cargo ao agora candidato da Rede, por consenso da bancada.

Pé atrás

Sobre a Operação Catarata, do Gaeco, que investiga a Caravana da Transformação, Taques a considerou “estranha” e “politiqueira”, à véspera da eleição. E defendeu a lisura dos gastos com as cirurgias.

Batom

Wellington bateu na tecla da presença feminina em seu projeto. Destacou que sua chapa tem a única candidata a vice-governadora: Sirlei Theis (PV), que, diz ele, é experiente na área da Segurança.

Rescaldo

Arthur Nogueira aparentou tranquilidade. Taques não poupou Wellington por sua ligação com o Governo de Silval Barbosa. WF demonstrava cansaço e tensão, a ponto de sua voz “sumir”.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




19:07 Tramita na AL projeto que revoga decreto de Taques
19:06 Mauro e Wellington criticam Caravana da Transformação
19:06 Mauro Savi protocola candidatura no TRE
19:06 MP pede fim da candidatura da juíza aposentada Selma
19:04 Sávio nega pagamento de cirurgia não feita


18:04
17:45 Richarlison lamenta por Pedro e promete luta pela titularidade
17:45 Schulle define hoje time do Cuiabá para jogo de sábado
17:44 Barbieri pede time mais ‘incisivo’ contra o Inter
17:44 Messi busca reinventar seu jogo
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018