Sábado, 22 de setembro de 2018 Edição nº 15053 01/09/2018  










INDEPENDENTEAnterior | Índice | Próxima

Selma não dividirá mais palanque com Taques e Nilson

Da Reportagem

A juíza aposentada Selma Rosane de Arruda (PSL) anunciou nesta sexta-feira (31) que irá tocar a sua campanha ao Senado Eleitoral de forma independente. A ex-magistrada afirma que não tem mais condições de dividir o mesmo palanque com o governador Pedro Taques e o também candidato a senatória, Nilson Leitão (PSDB).

“A partir de agora eu vou seguir a minha campanha de forma independente, só vou pedir votos aos candidatos do PSL. Eu não tenho mais condição e disposição para permanecer no mesmo palanque que eles”, disparou.

Dentre os motivos que a levaram Selma a romper com a coligação encabeçada por Taques está a falta de consenso com relação ao tempo de televisão.

Selma queria que o tempo de todos os partidos da chapa fossem somados e divido igualitariamente entre ela e Leitão. O candidato e a agremiação tucana, entretanto, não acatou o pleito da juíza.

A legenda não aceitou dividir o seu tempo de TV com ela, o que fez com que a ex-magistrada ficasse apenas com alguns segundos no horário eleitoral.

Para ela, não houve “reciprocidade ética” da coligação com a sua candidatura. “Há 15 dias tomei o conhecimento, e foi confirmado agora, de que o PSDB iria me alijar do tempo de propaganda, me dando apenas migalhas, sob a alegação esdrúxula de que não queriam dar espaço para o Bolsonaro”, contou.

A juíza afirma que, após as oficializações das candidaturas majoritárias em convenção partidária, ela passou a sofrer boicote por parte do grupo tucano. De acordo com ela, Leitão, inclusive, incentivou a candidatura do Procurador Mauro (PSol) ao Senado Federal.

Inicialmente, a intenção de Lara era disputar o Governo do Estado. “Passei a sofrer todo tipo de boicote e rasteira por parte de Nilson Leitão. Esse senhor incentivou a candidatura ao Senado de um candidato com perfil parecido ao meu, com o claro propósito de reduzir minhas chances”, afirmou.

Apesar disso, ela garante que tentou manter a unidade do grupo, mas o esforço foi unilateral. “Embora chocada com esse jogo rasteiro, fiz um esforço para tentar manter a unidade do grupo. Porém, a minha tolerância tem limite. Vim aqui para fazer diferente e não posso tolerar nada que fira meus princípios”, afirmou.

Além disso, Selma ainda cita os fatos que vieram à tona na última semana por meio das delações premiadas do empresário Allan Malouf e do ex-secretário de Educação Permínio Pinto, o qual dão conta da participação de Taques e Leitão em esquema de corrupção.

De acordo com ela, essas revelações, vai de encontro com seu principal objetivo para o Senado, que é combater o crime do colarinho branco. “Graves fatos foram revelados pela imprensa de que os demais candidatos da majoritária são acusados de corrupção na Seduc, em delação já homologada, principalmente com provas documentais. Então, não tenho condição, nem disposição, de ficar no mesmo palanque”, finalizou.

Diante disso, Selma afirma que trabalhará no sentido de ajudar na propagação das propostas de Jair Bolsonaro, e garante que não irá apoiar nenhum outro candidato ao Governo do Estado.

“Visando honrar os compromissos com meu partido e especialmente para fazer a campanha de Bolsonaro em Mato Grosso, divulgando meus princípios e os de Bolsonaro, sigo firme no propósito de fazer a diferença na política, não importa o preço a apagar”, finalizou. (KA)



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




19:26 Jayme lembra que criou Unemat e Maggi pede voto para Sachetti
19:26 Selma não dividirá mais palanque com Taques e Nilson
19:26 Taques pede reflexão, adversários atacam
19:25 Moisés Franz questiona o agronegócio
19:24 Metade da verba depende de aprovação do Congresso


19:24 BOA DISSONANTE
19:23 PIB cresce 0,2%; indústria cai 0,6%
19:23 Temer recua e adia reajuste para 2020
19:22 'Bolsonaro tem o hábito de agredir e ofender mulheres'
19:22 TSE rejeita contestação e aprova registro
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018