Domingo, 17 de fevereiro de 2019 Edição nº 15051 30/08/2018  










DELAÇÕESAnterior | Índice | Próxima

Vazamento de delações tem motivação política, diz Taques

Da Reportagem

O governador Pedro Taques (PSDB) acredita que o vazamento da delação premiada firmada pelo ex-secretário de Educação Permínio Pinto tem motivação política. O gestor tucano vê com estranheza o fato de a colaboração ter vazado em meio ao processo eleitoral, onde ele busca a reeleição.

Isto porque, a referida delação teria sido feita em dezembro do ano passado. “Meus advogados estão atrás disso. Isso está na Justiça. Agora, isso é processo eleitoral. Engraçado, ao que consta essa delação teria sido feita em dezembro e agora, às vésperas da eleição, vaza”, disse em entrevista ao programa Estúdio Band, da TV Cidade Verde, na noite de terça-feira (28).

Conforme matéria veiculada pelo jornal Folha de São Paulo nesta terça-feira (28), Permínio relatou em sua delação premiada que o atual chefe do Executivo Estadual tinha conhecimento e participação no esquema de fraude em contratos para beneficiar empreiteiras em troca de propina para quitar dívidas da campanha eleitoral de 2014.

Taques, entretanto, classifica as acusações como ”absurdas” e nega envolvimento na fraude. “Eu entendo que seja eleitoreiro. Agora, às vésperas da eleição? Isso não foi feito em dezembro? Por que não apareceu lá? Entendo que está na Justiça, meus advogados estão buscando e é um absurdo. O cidadão conhece a minha vida”, afirmou.

Apesar das acusações, o tucano acredita que isso não deverá influenciar no seu projeto de reeleição. “O cidadão sabe que passei 15 anos combatendo o crime organizado. O cidadão sabe que, como senador da República, apresentei o projeto que transforma corrupção em crime hediondo. E o cidadão sabe que, como governador, tenho o mesmo patrimônio, mesmo estilo de vida e tomei todas as providências necessárias para que esse caso fosse elucidado”, disse.

Nos últimos dias, as delações premiadas firmadas por Permínio e também pelo empresário Alan Malouf ganharam os noticiários do Estado, tendo em vista o suposto envolvimento do governador em um esquema de caixa 2 na campanha de 2014.

Para pôr fim a este imbróglio, a Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Mato Grosso (OAB-MT), requereu ao ministro Marco Aurélio de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), o levantamento do sigilo na colaboração premiada firmada por ambos.

Ambos chegaram a confessar a participação no esquema de fraudes em contratos na Secretaria de Estado de Educação (Seduc) investigado na Operação Rêmora.

Com a homologação dos acordos, o objetivo é apurar o envolvimento de pessoas com foro por prerrogativa de função no esquema. Conforme noticiado pela imprensa, os fatos narrados nos termos de colaboração premiada acusam o suposto envolvimento de secretário de Estado, ex-secretário, deputado federal e governador.

Diante da gravidade das denúncias, o pedido feito pela OAB-MT visa resguardar o interesse público. A mesma medida foi adotada pela entidade há um ano, quando veio à tona a delação do ex-governador Silval Barbosa.

“Em casos como esses, defendemos a publicidade dos processos até para que os citados não sejam acusados, julgados e condenados pela opinião pública sem a chance de produzirem suas defesas”, destacou o presidente da OAB-MT, Leonardo Campos, lembrando que o levantamento do sigilo também evita vazamentos seletivos do conteúdo.

No pedido encaminhado ao STF, a OAB-MT ressalta que vários trechos da colaboração já foram divulgados pela imprensa, comprometendo, portanto, o sigilo. (KA)



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




18:22 BOA DISSONANTE
18:21 31 - sexta-feira Mauro lidera para governo e Jayme senado
18:20 Tabelamento do frete
18:20 Feminicídio: um problema de todos
18:19 Desafio a democracia


18:19 Pais desinteressados
18:19 O direito e o agronegócio
18:17
18:16 Ivani Ribeiro, a escritora de novelas
18:16 Paul McCartney de volta com "Egypt Station"
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018