Terça feira, 21 de maio de 2019 Edição nº 15051 30/08/2018  










ELIMINAÇÃOAnterior | Índice | Próxima

O Santos tem de melhorar muito, diz Cuca

"Amanhã podem me mandar embora, mas vou falar. O Santos tem de melhorar muito profissionalmente. Tem de melhorar muito internamente”, disse o técnico Cuca

ARQUIVO
Contudo, mesmo com a possibilidade de recorrer, Cuca não acredita em um desfecho favorável ao clube
Da Folhapress – São Paulo

Após a eliminação do Santos da Copa Libertadores, o técnico Cuca não conseguiu esconder sua frustração com a diretoria santista pelo episódio da escalação irregular do uruguaio Carlos Sánchez, que mudou os rumos do duelo contra o Independiente pelas oitavas de final da competição.

Em razão da participação de Sánchez no jogo de ida, a Conmebol julgou que o clube paulista foi culpado pela escalação do volante e, por isso, o resultado da partida em Avellaneda, que havia sido 0 a 0, mudou para 3 a 0 a favor dos argentinos.

"Amanhã podem me mandar embora, mas vou falar. O Santos tem de melhorar muito profissionalmente. Tem de melhorar muito internamente. Isso que ocorreu é um erro muito grande e muito grave. É o beabá. Junto disso vêm outras ações", disse Cuca em entrevista coletiva após a queda na Libertadores.

O Santos tem cinco dias para recorrer à corte de apelações da Conmebol. O clube sabe que não vai conseguir reverter o resultado nesta instância, mas precisa passar por ela antes de ir à Fifa apelar. Em caso de nova derrota, a última solução seria ir ao CAS (Corte Arbitral do Esporte), na Suíça.

Contudo, mesmo com a possibilidade de recorrer, Cuca não acredita em um desfecho favorável ao clube.

"Não tem esperança. O prejuízo ainda aumentou porque o Santos vai ser punido. Eu acreditava [na classificação, mesmo com os 3 a 0]. Por isso que saí com quatro jogadores na frente", afirmou.

Durante a confusão entre torcedores do Santos e policiais no Pacaembu, um dos santistas que conseguiu invadir o gramado foi contido rapidamente pelos policiais. Cuca, que estava próximo ao torcedor, tentou defendê-lo da truculência da polícia e se envolveu em um empurra-empurra com os guardas.

"Faria isso por qualquer pessoa. Fui tentar tirar a mão do policial. Não precisava de tantas pessoas. Foi uma força exagerada, que não era necessária", explicou o treinador. "Não levei porrada. Só fui acalmar uma situação. Respeito muito o trabalho da polícia", completou.

COBRANÇA

A Secretaria Municipal de Esportes e Lazer de São Paulo emitiu uma nota oficial lamentando o ocorrido durante a partida entre Santos e Independiente, na última terça-feira. Inconformados com a punição da Conmebol ao time paulista, torcedores santistas lançaram bombas e quebraram cadeiras do Pacaembu, palco do jogo.

De acordo com a Secretaria, mais de 60 cadeiras do setor laranja da arquibancada foram destruídas. "Parte dos alambrados foram amassados, os banheiros tiveram as torneiras quebradas, bem como alguns banheiros químicos, que são locados, foram vandalizados", prosseguiu.

A partida foi encerrada aos 36 minutos do segundo tempo por falta de segurança. O Independiente se classificou para as quartas de final da Libertadores.

Confira a nota completa: "A Secretaria Municipal de Esportes e Lazer lamenta profundamente o que aconteceu na noite de ontem nas arquibancadas do estádio do Pacaembu durante a realização da partida entre as equipes do Santos e Independiente, da Argentina e informa que fez um levantamento parcial sobre as depredações ocorridas durante a partida válida pela Copa Libertadores da América.

Foram destruídas mais de 60 cadeiras do setor laranja da arquibancada, parte dos alambrados foram amassados, os banheiros tiveram as torneiras quebradas, bem como alguns banheiros químicos, que são locados, foram vandalizados. Também foi constatado que parte do gramado sofreu avarias devido aos artefatos jogados antes de a partida ser interrompida. Hoje será feito um levantamento mais apurado e contabilidade de todos os prejuízos será enviada a diretoria do Santos Futebol Clube."



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




19:49 BOA DISSONANTE
19:48 Jayme vê chantagem do Governo Federal com Congresso
19:47 Por um urbanismo protagonista
19:47 Refletir sobre o turismo que queremos
19:47 Educação moral no seio familiar


19:46 Professor
19:45
19:45 Impessoalidade nas investigações
19:43 Novela tem a missão de recuperar audiência
19:41 Elton John agora na tela grande
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018