Terça feira, 20 de agosto de 2019 Edição nº 15051 30/08/2018  










VACINA PÓLIO E SARAMPOAnterior | Índice | Próxima

Campanha terá segundo dia “D”

ARQUIVO
Campanha deverá contar com mais um segundo dia “D" no próximo sábado, 1º de setembro
Da Reportagem

A campanha nacional de vacinação contra a pólio e o sarampo, prevista para ser encerrada nesta sexta-feira (31), deverá contar com mais um segundo dia “D" no próximo sábado (1º de setembro) naqueles municípios que não atingiram a meta mínima de cobertura vacinal, ou seja, 95% do público alvo, que são crianças de um ano a menores de cinco.

Segundo a Secretaria de Estado de Saúde (Ses/MT), a recomendação foi anunciada, ontem, pelo Ministério da Saúde, conforme ofícios encaminhados aos presidentes dos Conselhos Nacionais de Secretários de Saúde (CONASS) e Municipais (CONASEMS).

Em Mato Grosso, 21% dos 141 municípios estão com cobertura acima da meta estabelecida, ou seja, apenas 29 municípios; 47% atingiram 95%, o que representa 67 municípios; 32% estão com menos de 70% de cobertura vacinal, que são 45 municípios, e 12 municípios estão com cobertura abaixo de 50%.

A média de cobertura vacinal em Mato Grosso é de 72,29% para poliomielite e de 72,03% para sarampo. Esses são dados registrados pela Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Estado de Saúde, divulgados pelo gerente de Imunização da SES/MT, Thiago Rondon.

Segundo ele, todos os 16 Escritórios Regionais já foram comunicados da recomendação nacional para que intensifiquem a atuação junto aos municípios e preparem as unidades de vacinação para a realização da estratégia. A Ses reforça aos municípios para que realizem o mais breve possível o registro de vacinação no Sistema “SPNI” do Ministério da Saúde, para atualização de dados estatísticos.

O órgão estadual alerta ainda que a vacina é o principal bloqueio de doenças e é gratuito pelo SUS. “A prevenção por meio de vacinação previne a morte”, alertou Thiago Rondon. A atualização do cartão de vacina é fundamental inclusive para se ter o acesso e manter o benefício de programas sociais como o Bolsa Família.

OBRIGATORIEDADE - Recentemente em Mato Grosso, o Governo do Estado sancionou a Lei 10.376/agosto/2018, instituindo a obrigatoriedade de apresentação do cartão de vacina no momento de realizar a matricula escolar em escolas do Estado.

De acordo com Thiago Rondon, os pais que não apresentarem a carteira de vacinação atualizada serão acionados pelo Conselho Tutelar que adotará as medidas legais cabíveis, mas que a criança e o adolescente não terão o direito a matricula negado em razão da falta ou de desatualização da caderneta de vacinação.

"Essa medida legal visa ampliar a proteção da criança e do adolescente quanto a sua saúde integral; e a vacina é um direito de todos", destacou Rondon.

O Ministério da Saúde decidiu divulgar a recomendação de realização de mais um segundo dia D de vacinação nacional, após avaliar os resultados por unidade federada (UF), verifica-se que apenas o Estado do Amapá atingiu a meta de 95% de cobertura para as vacinas contra a poliomielite e o sarampo.



Anterior | Índice | Próxima

Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto




18:22 BOA DISSONANTE
18:21 31 - sexta-feira Mauro lidera para governo e Jayme senado
18:20 Feminicídio: um problema de todos
18:20 Tabelamento do frete
18:19 O direito e o agronegócio


18:19 Pais desinteressados
18:19 Desafio a democracia
18:17
18:16 Incisivo, D2 revela sofisticação sem truculência
18:16 Paul McCartney de volta com "Egypt Station"
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°

TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018